O inverno está acabando, mas ainda dá tempo de renovar sua pele.

O peeling é um dos tratamentos estéticos faciais mais procurados no meu consultório, e em todos os consultórios e clínicas no Brasil inteiro, principalmente nesta época do ano. Atualmente existem dezenas de tipos, dos mais suaves, que podem ser feitos em casa, aos mais severos, que só podem ser realizados com anestesia e em centros cirúrgicos.

O peeling é um método indicado para combater manchas solares, melasmas, sardas, marcas de expressão e rugas, cicatrizes, acne e alterações da pele em geral. É feita uma agressão na pele, destruindo-a de forma controlada, e o objetivo é estimular a renovação cutânea através da fabricação de células novas.

Esfoliação

Por ser o método mais suave de peeling, a esfoliação pode (e deve) ser feita em casa mesmo. Recomendo uma regularidade semanal; apesar de ser leve, não se deve esfoliar todos dias, pois com essa agressão constante, a pele não consegue se renovar, e ao invés de melhorar o aspecto, a pele vai se degradar, causando o que chamamos de efeito rebote. Ao comprar um produto esfoliante, devemos nos atentar à formulação, para qual tipo de pele ele é indicado. Um esfoliante com ácido salicílico, por exemplo, vai ser ótimo para quem tem problemas de oleosidade ou acne, mas se for utilizado por quem tele pele seca, poderá resseca-la ainda mais.

Costumo indicar para meus clientes uma receitinha caseira que pode ser utilizada no rosto e no corpo todo. Em uma vasilha, misture bem, até ficar homogêneo, 2 colheres de sopa bem cheias de fubá e 3 colheres de sopa bem cheias de mel. Após o banho, utilizar essa mistura fazendo movimentos bem vigorosos, durante 1 minuto em cada região. O ideal é que a pele fique vermelhinha mesmo. Fazer uma vez por semana, e se a pele for muito sensível, de 15 em 15 dias. Este procedimento retira as células mortas e também faz uma potente nutrição, devido aos antioxidantes e vitaminas do mel.

Este procedimento caseiro não substitui o peeling profissional, mas é uma ótima opção de manutenção caseira para uma pele bonita e saudável.

Peeling de diamante

Realizado com uma ponteira de caneta e uma lixa diamantada, aspirando impurezas da pele, atingindo somente a epiderme. O método é mais indicado para peles mais novas e sensíveis, que não necessitam de uma esfoliação abrasiva. Em relação à dor, o peeling de diamante é mais leve e retira somente uma parte da epiderme, não causando dor nem vermelhidões. Contra indicado para acne ativa e pele sensível ou sensibilizada pelo uso de ácidos.

Peeling de cristal

Feito através de uma ponteira que aplicada sobre a pele, libera e aspira os cristais (óxido de alumínio) pelo próprio equipamento a vácuo. Ele é recomendado para peles mais envelhecidas e que precisem de uma esfoliação mais profunda. O peeling de cristal é mais dolorido, causa uma leve queimação, provocando vermelhidões na pele. Contra indicado para acne ativa e pele sensível ou sensibilizada pelo uso de ácidos.

Peeling ultrassonico

A aplicação do peeling se dá por meio de uma corrente ultrassônica, que ao entrar em contato com a pele promove uma limpeza profunda e elimina as células mortas, o que promove a renovação celular e também a produção de elastina e colágeno. Ótimo auxiliar na limpeza de pele e em lifting facial. Contra indicado para acne ativa e pele sensível ou sensibilizada pelo uso de ácidos.

Peeling químico 

É um método utilizado para tratamento das alterações da pele. A intenção é acelerar o processo de renovação celular a partir das camadas mais profundas da pele, ao mesmo tempo em que são eliminadas as camadas mais superficiais e envelhecidas. A princípio, o peeling químico retira uma camada da pele que, posteriormente, será regenerada e receberá um novo aspecto por meio de células com capacidade de reprodução que permanecem em determinados pontos do tecido. A intensidade do peeling é determinada na consulta estética. Existem vários métodos, como por exemplo, vulcânico, plasmático, térmico, sequencial, entre outros.

O método ideal é determinado por um profissional, durante uma avaliação estética.

Alguns peelings podem ser realizados com segurança até mesmo no verão, mas a época ideal é no inverno, onde o método pode ser realizado de maneira mais profunda.

Se tiverem alguma dúvida ou sugestões de temas para a coluna, as sugestões podem ser enviadas para [email protected]. Um grande beijo e até mês que vem.

 

Vivi Afecto

Vivi Afecto

Vivi Afecto é esteticista, micropigmentadora e maquiadora profissional, com dezenas de especializações na área. Ministra cursos de auto maquiagem, além de palestrar sobre estética em congressos e eventos no Rio de Janeiro e em São Paulo. Atende em consultório próprio na Chácara Klabin, onde também reside.
Vivi Afecto