Ainda dá tempo de aproveitar o espaço literário Book Lovers no Shopping Cidade São Paulo, que ocorre até este domingo, dia 19. O público, em especial as crianças, poderão conferir e aproveitar as sessões de brincadeiras e histórias, que acontecem sábado e domingo, a partir das 16 horas, com entrada gratuita. O evento conta com um lúdico espaço na Praça de Eventos do shopping, no piso Térreo. Além das atrações, os visitantes encontram mais de três mil títulos, desde as fábulas infantis e os famosos livros de colorir, passando por recentes romances, histórias de ficção científica, policiais, entre outros gêneros, mais próximos dos adultos. Com o objetivo de estimular o prazer pela leitura, os organizadores disponibilizam, ainda, valores bastante convidativos, com livros a partir de R$ 5, além da possibilidade de pagamento em até três vezes, sem juros, de acordo com o valor da compra.

 No dia 18, será a vez da Cia Tok Tok, que promoverá contação de histórias, mágicas, jogos e até ventriloquia (fantoches), com intuito de proporcionar uma animada tarde para todos. No último dia da programação, domingo  (19), o escritor infantil Paulo Netho encerrará a ação, convidando as famílias e todos os visitantes para acompanhar diversas histórias e fábulas infantis.

CidadeSP-44borrado

O espaço Book Lovers funciona diariamente, das 10 às 22 horas, de segunda-feira e sábado e, domingos e feriados, das 14 às 20 horas. O Shopping está na Avenida Paulista, 1.230, próximo da estação Trianon-Masp do metrô. Há acesso também pela Rua São Carlos do Pinhal, 627.

SERVIÇO:       og_image

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS – SHOPPING CIDADE SÃO PAULO

ENTRADA GRATUITA

Data/Horário: Dias 18 e 19/02, às 16h.

Local: Piso Térreo

Book Lovers: De seg a sáb., das 10h às 22h e, nos dom. e feriados, das 14h às 20 horas.

Tel: (11) 3595-1230

End: Av. Paulista, 1.230 – Bela Vista – São Paulo – SP.

Site: www.shoppingdcidadesp.com.br.

Redação CHK

Redação CHK

Somos apaixonados por comunicação e pela Chácara Klabin. Acreditamos que moradores unidos têm o poder de transformar o bairro e a cidade onde vivem.
Redação CHK