Unidade recebe shows, discotecagem, pista de patins quad, concursos de moustache e pin-ups e Feira Vintage

Na Virada Cultural 2017, das 18h do dia 20 até ás 18h do dia 21 de maio, sábado e domingo, o Sesc Vila Mariana recebe uma programação recheada de atrações com apelo vintage. Serão shows de bandas como Vanguart (tocando Bob Dylan), André Frateschi e Miranda Kassim (tocando David Bowie e Amy Winehouse), Thiago Pethit (cantando na íntegra o álbum “Velvet Underground & Nico”), Orkestra Bandida, Cabaré Três Vinténs, Mustache & os Apaches, Tigres Tristes com Mônica Marianno, além de uma discotecagem especial, com clássicos oitentistas, a cargo dos DJs Gé Rodrigues e DJ Maia. A programação inclui ainda uma Feira Vintage, com exposição e venda de vestuário customizado, vinis, bordados, corsets e espartilhos, colagens, uma barbearia retrô, entre outros e Concursos de Moustaches e Pin-Ups. Completam o clima uma jukebox, máquinas de pinball e uma pista de Patins Quad.

As exposições Meus Caros Amigos – Augusto Boal – Cartas do Exílio e Confluências – Transatlântica 10 Anos, em cartaz na Unidade, terão horário de visitação estendidos e o espetáculo de teatro para crianças O Jardim do Imperador terá uma sessão especial.

Todas as atividades serão gratuitas. Para as que necessitam de retirada de ingressos, a distribuição será feita a partir das 16h do sábado, nas bilheterias do Sesc SP, limitada a dois ingressos por pessoa, para até três apresentações diferentes, no caso de espetáculos para adultos. Para os espetáculos infantis, o limite é de quatro ingressos por pessoa, para até três apresentações diferentes.

A proposta do Sesc Vila Mariana para esta edição da Virada Cultural é celebrar o estilo de vida, de cultura e de moda que remete ao passado, é a recuperação de estilos das décadas de 1930, 1940, 1950, 1960 e em diante. O Vintage integra a reutilização de peças e de comportamentos retrôs, presentes nos percursos dos artistas convidados e também nas atividades oferecidas ao público.

Confira a programação completa:

Dia 20 | Sábado

14h às 22h
Patins Vintage – Música sobre Quatro Rodas        
Praça Externa
Livre
Os visitantes podem patinar nos modelos tradicionais (os chamados “quad”, quatro rodas ou retrô), ao som de músicas vintage. Esses patins foram projetados para pisos lisos e por isso uma pista de revestimento vilínico foi instalada para os participantes curtirem o vento no rosto e deslizarem na diversão.
Também no domingo, das 10h às 17h30

15h às 22h
Feira Vintage      
Praça de Eventos
Livre
A feira vintage ocupa o Sesc Vila Mariana com a cultura e moda que remete ao passado, numa recuperação de estilos das décadas de 1920, 1930, 1940, 1950, 1960 e em diante. Estarão presentes expositores de brechós, vinis, antiquários, barbearia, entre outros produtos com carinha de retrô.
Também no domingo, das 11h às 18h.

Expositores:
Amanda Tedesco | Casquetes e adornos de cabeça
Delahousse Design | Decoração em Gesso e Cerâmica
Vintage Car Bazar | Produtos com Lettering e vestuário customizado
Conde Vlad | Corsets, Espartilhos e Bolsas
Familia Vende Tudo | Marcio Antonangelo – Antiquário
Barbearia Donna Barba
Cabana Music Store
| Venda de vinis
Gui Menga | Caligrafia
Imã Cósmico | Bordados
Gabriel Ribeiro | Colagem
Cabine Fotográfica
Pinball
JukeBox
Simulador de Força

18h
Orkestra Bandida
Praça de Eventos (capacidade: 250 lugares)    
Livre
Fundindo a espontaneidade da música regional brasileira, que encontra em ritmos como o Halij uma singularidade e um parentesco únicos, a Orkestra Bandida convida todos para uma viagem ao universo gypsycom muito bom humor e musicalidade. Liderada pelo multi-instrumentista Mário Aphonso III, o grupo prepara o seu repertório inspirado na riqueza e variedade do Fasil, uma música de forte influência árabe, praticada principalmente pelos ciganos da Trácia, mas também transitando pelas velhas tabernas e cabarés da Turquia, Egito, Síria, Grécia, Macedônia e muito mais.

20h
Cabaré Três Vinténs    
Praça de Eventos (capacidade: 250 lugares)
Livre
Desde 2011, o Cabaré Três Vinténs reinventa a tradição dos cabarés de variedades que proliferaram pelo mundo na década de 1930, trazendo à tona uma inesperada fusão entre swing jazz, música brasileira e elementos da cultura circense. Com repertório de clássicos do jazz francês, New Orleans, música brasileira e composições próprias, influenciado pelas trupes itinerantes de todo o mundo, levando ao público seu jazz cigano, acrobatas, malabaristas e dançarinos de Lindy Hop.

20h30
André Frateschi & Miranda Kassin cantam David Bowie e Amy Winehouse    
Teatro (capacidade: 620 lugares)
Retirada de ingressos nas bilheterias do Sesc SP a partir das 16h de 20/05
12 anos
Dois artistas britânicos que influenciaram gerações e tocaram os ouvidos e corações de milhões de fãs pelo mundo. O show é um encontro celestial desses dois ícones a partir de uma formação inédita. Um show com suas canções inesquecíveis e inspirado pelo espírito ousado e criativo desses ícones do rock.

21h
Vitrola Vintage com Gé Rodrigues e DJ Maia     
Praça de Eventos (capacidade: 250 lugares)
Livre
Este encontro irá trazer ao público o melhor da referência vintage, retrô e oitentista. Com muito vinil e descontração, os DJs trarão em sua playlist sons de todas as décadas.

22h

Concurso de Moustaches e Pin-ups    
Com Rodrigo Branco e Paula Baldassari
Praça de Eventos (capacidade: 250 pessoas)
Livre
O concurso de Moustaches (barba e bigode) vai eleger as barbas e bigodes mais elegantes e bem cuidados da Virada Cultural do Sesc Vila Mariana. Os critérios de avaliação serão: a simetria da barba e bigode; acabamento; se os pelos estão alinhados, se têm pontas duplas, friz; e a combinação entre a barba, o bigode e o rosto.  O mestre de cerimônia do concurso será Rodrigo Branco, radialista especializado em Rock com 20 anos de experiência, 4 rádios rock no currículo, desde 2007 na KISS FM de São Paulo,  locutor, produtor e DJ.
Inspirado no glamour dos anos 40 e 50, o concurso de pin-ups, avaliará os visuais de inspiração clássica e retrô em seus detalhes, como cabelos, make up e figurinos característicos das divas, modelos e atrizes daquela época. Paula Baldassarri, locutora e apresentadora de rádio por 17 anos divididos entre três emissoras: Brasil 2000 FM e Rádio Eldorado FM e Rádio Estadão. Também atuou como redatora para o site colaborativo de Rock e Heavy Metal, Whiplash.

23h
Vanguart Toca Bob Dylan     
Teatro (capacidade: 620 lugares)
Retirada de ingressos nas bilheterias do Sesc SP a partir das 16h de 20/05
12 anos
Projeto da banda cuiabana Vanguart que homenageia o músico Bob Dylan, apresentando músicas que abrangem o período de 1962 a 1976. No repertório  estão (“Blowin’ in the Wind”), a ruptura com o acústico e a chegada da psicodelia em 1965 (“Like A Rolling Stone” e “Ballad Of a Thin Man”), até o toque gypsy do álbum Desire em 1976 (“Hurricane”), além de outros clássicos como “Lay, Lady, Lay”, “Mr. Tambourine Man” e “Tangled Up In Blue”.

Dia 21 | Domingo

14h
Mustaches & Os Apaches     
Praça de Eventos (capacidade: 250 lugares)
Livre
A banda prepara um espetáculo diferente, com um toque retrô e vintage. Com seis anos de estrada, o grupo reúne em uma única apresentação os sucessos antigos e os novos e convida o público a celebrar duas etapas da carreira: os shows de rua e os de palco.

15h
Jardim do Imperador
Auditório (capacidade: 128 lugares)
Livre | Retirada de ingressos nas bilheterias do Sesc SP a partir das 16h de 20/05
A Cia. Pelo Cano conta a história de um imperador que propõe um concurso entre as crianças do reino para ver quem melhor cultiva plantas para o jardim.

16h30
Tigres Tristes convidam Mônica Marianno     
Praça de Eventos (capacidade: 250 lugares)
Livre
Tigres Tristes é um projeto de jazz manouche, também conhecido como gypsy jazz ou jazz cigano, idealizado por Flávio Nunes e Bruno Panichi, que celebra a existência deste estilo peculiar de jazz que sacudiu a boemia de Paris na década de 1930. Em um show especialmente pensado como uma homenagem à música das décadas de 60, 70, 80 e 90, os Tigres Tristes convidam a cantora e atriz Mônica Marianno, uma “crooner”, que cria números musicais pitorescos como “cantatriz”.

17h30
Thiago Pethit canta Velvet Underground & Nico    
Teatro (capacidade: 620 lugares)
Retirada de ingressos nas bilheterias do Sesc SP a partir das 16h de 20/05
12 anos
Em comemoração aos 50 anos do primeiro disco da banda encabeçada por Lou Reed, o cantor Thiago Pethit vem acompanhado de seus músicos e apresentando os grandes sucessos deste e de outros discos do Velvet e de Reed.

Exposições

Confluências – Transatlântica 10 Anos
A iniciativa busca a projeção de trabalhos de criadores emergentes latino-americanos e o seu encontro internacional, assim como a criação de redes de trabalho.
Dia 20 de maio, sábado, das 10h às 23h
Dia 21 de maio, domingo, das 10h às 18h30
Hall dos Elevadores (Térreo – Torre A)
Livre

Meus Caros Amigos – Augusto Boal – Cartas do Exílio
Em parceria com o Instituto Moreira Salles e o Instituto Augusto Boal, a exposição reúne parte da correspondência de Augusto Boal durante os anos de seu exílio político.
Dia 20 de maio, sábado, das 10h às 22h
Dia 21 de maio, domingo, das 10h às 18h30
Atrium (1º andar – Torre A)
Livre

Saiba mais no Portal Sesc SP: bit.ly/ViradaVintage

Bilheteria: Terça a sexta-feira, das 9h às 21h30; sábado, das 10h às 21h; domingo e feriado, das 10h às 18h30 (ingressos à venda em todas as unidades do Sesc).

Horário de funcionamento da Unidade: Terça a sexta, das 7h às 21h30; sábado, das 9h às 21h; e domingo e feriado, das 9h às 18h30.

Central de Atendimento (Piso Superior – Torre A): Terça a sexta-feira, das 9h às 20h30; sábado, domingo e feriado, das 10h às 18h30.

Estacionamento: R$ 5,50 a primeira hora + R$ 2,00 a hora adicional (Credencial Plena: trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes). R$ 12 a primeira hora + R$ 3,00 a hora adicional (outros). 200 vagas.

Sesc Vila Mariana
Rua Pelotas, 141, São Paulo – SP
Informações: 5080-3000
sescsp.org.br
Facebook, Twitter e Instagram: /sescvilamariana

Redação CHK

Redação CHK

Somos apaixonados por comunicação e pela Chácara Klabin. Acreditamos que moradores unidos têm o poder de transformar o bairro e a cidade onde vivem.
Redação CHK