No período de 23 de março a 08 de abril de 2017, o Sesc Vila Mariana irá promover a exibição de filmes da Mostra de Cinema da Francofonia que faz parte da Festa Internacional da Francofonia, cuja temática discutirá as diferenças culturais e os processos migratórios nos países de língua francesa. As apresentações irão acontecer no Auditório da Unidade, com distribuição gratuita de ingressos uma hora antes de cada sessão.

A Festa Internacional da Francofonia é um conjunto de atividades que busca difundir, a partir da língua francesa, valores como liberdade, solidariedade, democracia, direitos individuais e diversidade cultural. O projeto é realizado com os Consulados Gerais da Bélgica, Canada, França e Suíça, Escritório do Governo do Québec, Países e Províncias de língua francesa, Sesc São Paulo e instituições culturais brasileiras. Este ano a mostra apresenta filmes que retratam, de diferentes maneiras, a diversidade cultural que um mesmo idioma abriga e como acontecem os fluxos migratórios dentro do território comum que pode ser considerada a língua falada. A partir disso, produções belgas, francesas, suíças, canadenses e quebequenses levantam discussões acerca da diversidade, alteridade, acolhimento, intercâmbio, diferenças e semelhanças entre culturas.

Os Filmes

Um dos filmes exibidos na Mostra de Cinema da Francofonia será “Cor da Pele: Mel”, nos dias 23 e 30 de março. O longa conta a história de Jung que, aos cinco anos, foi achado nas ruas de Seul por um policial. Encaminhado para adoção, ele foi morar com uma família na Bélgica, onde cresceu e se tornou cartunista, sem jamais retornar ao seu país de origem. Aos 42 anos, ele decide revisitar Seul. Misturando animação e documentário, o diretor cria uma jornada autobiográfica na qual relembra sua infância, sua história e aborda antigos fantasmas que o assombram até hoje: seus pais biológicos e sua condição de estrangeiro em uma família e um país que não o pertencem.

A exibição de “Barcelona ou a Morte” será nos dias 24 e 30 de março. Trata-se de uma narrativa numa embarcação que navega para a Europa, símbolo de uma batalha e de um povo. A história fala de pescadores privados de meios de subsistências pela globalização e que são obrigados a levar migrantes clandestinos para a Espanha.

“Do Outro Lado do Mar” será exibido no dia 24 de março e 07 de abril. O filme conta a história de um ex-fotógrafo de guerra que, para fugir dos fantasmas do passado, vive na Itália, em meio às oliveiras, fotografando apenas árvores. Um dia, decide voltar à Albânia, onde fez sua última imagem de guerra. Lá, encontra uma jovem fugindo da vingança de sua família e buscando um futuro de liberdade do outro lado do mar. A história comove o fotógrafo, que decide acompanhá-la na fuga do trauma.

Nos dias 25 e 31 de março, “O Porto” estará em cartaz. Ele conta a história de Marcel Marx, um escritor que resolve se exilar na cidade portuária de Havre, onde passa a trabalhar como engraxate de sapatos. Marcel leva uma vida tranquila ao lado da esposa Arletty, até o dia em que uma criança negra, vinda da África, surge em sua vida. Paralelamente sua esposa fica doente, o que faz com que o protagonista, mais uma vez, tenha que lidar com a indiferença humana.

Outro filme a ser exibido será “A Escola de Babel”, em 30 de março e 01 de abril. Numa escola secundária no 10º distrito de Paris, existe uma turma de adaptação onde alunos imigrantes, entre 11 e 15 anos de idade, aprendem as primeiras lições de francês. Algumas dessas crianças recém-chegadas conhecem poucas frases na língua do seu país de adoção; outras não sabem falar palavra alguma. Suas famílias vieram de diversas partes do mundo como Irlanda, Senegal, Marrocos, Brasil e China, seja fugindo de perseguições ou apenas à procura de um novo começo.

“Não-Assistência” é o último longa da Mostra, sendo apresentado nos dias 31 de março e 08 de abril. O filme narra a história de milhares de pessoas que tentam encontrar refúgio na Europa atravessando o Mediterrâneo. A resposta dos estados é inexistente ou uma questão de segurança. Muros são construídos; as travessias, declaradas ilegais, forçam as pessoas a colocar suas vidas em risco. Como paliativo ao estado de não-assistência, civis buscam de diferentes maneiras dar um pouco de humanidade nesta crise sem precedente.

 

Serviço:

Festa Internacional da Francofonia
Mostra de Cinema da Francofonia | 2017

“Cor da Pele: Mel”
Dia 23 de março, quinta-feira, às 11h
Dia 06 de abril, quinta-feira, às 20h
(Dir.: Jung e Laurent Boileau, Bélgica e França, 2012, 74min, Cor)
Não recomendado para menos de 10 anos
Local: Auditório (128 lugares)
Grátis
Retirada de ingressos 1h antes, limitada a 2 por pessoa, na Bilheteria

“Barcelona ou a Morte”
Dia 24 de março, sexta-feira, às 16h
Dia 30 de março, quinta-feira, às 20h
(Dir.: Idrissa Guiro, Senegal e França, 2007, 49min, Cor)
Não recomendado para menos de 14 anos
Local: Auditório (128 lugares)
Grátis
Retirada de ingressos 1h antes, limitada a 2 por pessoa, na Bilheteria

“Do Outro Lado do Mar”
Dia 24 de março, sexta-feira, às 20h
Dia 07 de abril, sexta-feira, às 16h
(Dir.: Pierre Maillard, Suiça, 2014, 110min, Cor)
Não recomendado para menos de 14 anos
Local: Auditório (128 lugares)
Grátis
Retirada de ingressos 1h antes, limitada a 2 por pessoa, na Bilheteria

“O Porto”
Dia 25 de março, sábado, às 14h
Dia 31 de março, sexta-feira, às 20h
(Dir.: Aki Kaurismaki. Alemanha, Finlândia e França, 2013, 93min, cOR)
Livre
Local: Auditório (128 lugares)
Grátis
Retirada de ingressos 1h antes, limitada a 2 por pessoa, na Bilheteria

“A Escola de Babel”
Dia 30 de março, quinta-feira, às 16h
Dia 01 de abril, sábado, às 14h
(Dir.: Julie Bertuccelli, França, 2013, 94min, Cor)
Livre
Local: Auditório (128 lugares)
Grátis
Retirada de ingressos 1h antes, limitada a 2 por pessoa, na Bilheteria

“Não-Assistência”
Dia 31 de março, sexta-feira, às 16h
Dia 08 de abril, sábado, às 11h
(Dir.: Frédéric Choffat, Suíça, 2016, 52min, Cor)
Não recomendado para menos de 14 anos
Local: Auditório (128 lugares)
Grátis
Retirada de ingressos 1h antes, limitada a 2 por pessoa, na Bilheteria

Bilheteria: Terça a sexta-feira, das 9h às 21h30; sábado, das 10h às 21h; domingo e feriado, das 10h às 18h30 (ingressos à venda em todas as unidades do Sesc).

Central de Atendimento (Piso Superior – Torre A): Terça a sexta-feira, das 9h às 21h30; sábado, domingo e feriado, das 10h às 18h30.

Horário de funcionamento da unidade: Terça a sexta, das 7h às 21h30; sábado, das 9h às 21h; e domingo e feriado, das 9h às 18h30.

Estacionamento: R$ 5,50 a primeira hora + R$ 2,00 a hora adicional (Credencial Plena: trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes). R$ 13 a primeira hora + R$ 3,00 a hora adicional (outros). 200 vagas.

Sesc Vila Mariana
Rua Pelotas, 141, São Paulo – SP
Informações: 5080-3000
sescsp.org.br
Facebook, Twitter e Instagram: /sescvilamariana

 

 

Redação CHK

Redação CHK

Somos apaixonados por comunicação e pela Chácara Klabin. Acreditamos que moradores unidos têm o poder de transformar o bairro e a cidade onde vivem.
Redação CHK