Morador, você sabia que a rua Ernesto de Oliveira ganhou o nome de um homem com grande participação no rádio e na TV brasileira como locutor esportivo?

ernesto

Ernesto de Oliveira nasceu em Paraguassu Paulista, São Paulo, em 31 de dezembro de 1928. Em 1948 formou-se técnico em Contabilidade na cidade de Botucatu, onde iniciou sua carreira de radialista na “PRF 8” e “Rádio Emissora de Botucatu”, como locutor comercial e esportivo.

Em 1949 transferiu-se para a Capital Paulista, onde passou a fazer participação do CAST da “Rádio São Paulo” – PRA 5, como locutor comercial e radiador. Em 1945 ingressou na “TV Record”, assumindo o cargo de assistente de direção comercial, função exercida até 1969 e, em 1955, na mesma “TV Record”, iniciou sua carreira como noticiarista, apresentador de telejornais e apresentador de programas esportivos.

Em 1959 participou do Campeonato Sul Americano de Futebol, na Argentina, como repórter e comentarista da “Rádio Record”. Em 1961 lançou na televisão brasileira a repetição dos gols e principais lances em vídeo tape. Foi premiado com o Troféu Roquete Pinto, pela sua participação na cobertura dos Jogos Olímpicos do Japão, como repórter e narrador, integrando a equipe da “NBC” dos Estados Unidos.

Em 1966 integrou a Comissão de Divulgação da Associação Cristã de Moços de São Paulo. Prosseguiu sua carreira profissional, com publicidade em cinemas e, posteriormente, na CP – Cinema e Publicidade. Em seguida passou a ocupar o cargo de diretor comercial da Oliveira Netto Gravações e Publicidade, desenvolvendo ainda suas atividades como redator e produtor.

Possuiu vários títulos e diplomas, viajou por quase todo o Brasil, viajou também por vários países do exterior, tais como: Argentina, Japão, Estados Unidos da América, Egito, Espanha, França e Itália. Faleceu em 10 de setembro de 1981 e, após isso, foi homenageado com uma rua em seu nome no coração da Chácara Klabin.

 

Redação CHK

Redação CHK

Somos apaixonados por comunicação e pela Chácara Klabin. Acreditamos que moradores unidos têm o poder de transformar o bairro e a cidade onde vivem.
Redação CHK