Dentro da prática de Yoga o relaxamento é um dos momentos mais esperados e desejados pelos praticantes. Não é por acaso, pois hoje, no mundo moderno, as exigências e pressões pelas quais todos passamos não é pequena. Porém, a forma como lidamos com essas exigências é que nos distingue de seres mais conscientes ou menos conscientes.

O termo usado amplamente com sentido negativo para descrever o estado que se lida com uma pressão maior que o suportável é o DISTRESSE – ESTRESSE NEGATIVO. E pressão pode ser traduzida como: certa pressão na vida é positivo para darmos o melhor de nós mesmos, sairmos da zona de conforto, mas em excesso, tal pressão pode causar sintomas físicos e emocionais.

beach-yoga1

O relaxamento – estado de calma mental e ausência de tensão física – é essencial para a saúde e o bem estar, mas a vida moderna parece estar proporcionando menos momentos de relaxamento. É preciso identificar o motivo pelo qual o estresse se instalou, se a pessoa percebe-se mais “estressada”.

Sintomas físicos – pulso acelerado, suor abundante, tensão muscular, dores de cabeça, falta de energia, insônia, tensões corporais, ingestão exacerbada ou mínima de alimentos.

Sintomas emocionais – ansiedade, desespero, agressividade, tristeza, depressão, maior dependência de drogas (cigarro, álcool, etc).

Os exercícios de relaxamento são vitais pois: ajuda a equilibrar efeitos negativos do estresse na saúde física e mental, diminui a pressão sanguínea e da arteriosclerose (espessamento das paredes arteriais), redução da deterioração dos neurônios, perda de memória relacionada à idade.

Quando o corpo sai da situação de estresse “fuga ou luta”, o mecanismo de reação é desativado e ocorre uma reação oposta conhecida como “repouso e digestão”, desativando a resposta de estresse conscientemente por meio da respiração e de exercícios de relaxamento. Não há um nível universal do qual o estresse se desencadeia, cada um suporta determinada carga de pressão. Estudos mostram que o estresse é criado pela própria pessoa – sentimentos reprimidos de insegurança produzem sensação de impotência ou inaptidão diante das mudanças.

Luta ou fuga

Essa resposta física tem a maioria de seus efeitos fisiológicos causados pela adrenalina (espinefrina), hormônio produzido pelas adrenais (suprarrenais). Em período de estresse elevado o nível de adrenalina no sangue sobre, provocando:

  •  Coração contrai mais rápido e com mais força, nos tornando mais alertas;
  • Nível de açucar no sangue aumenta, reforço de energia para os músculos;
  • Glândulas sudoríparas aumentam a sudorese;
  • Músculos ficam tensos e prontos para a ação, podendo ficar tremulo;
  • A respiração acelera para o corpo receber mais o2;
  • As pupilas dilatam-se para ampliar a visão;
  • Substâncias químicas são lançadas no sangue para ajuda- lo a coagular mais rápido;

Tais efeitos fisiológicos não são usados para a luta ou fuga, como nossos ancestrais que caçavam, então, o estresse não se esgota e seus efeitos acumulam-se no corpo, levando a problemas de saúde ao longo do tempo.

Superando o estresse

É importante descobrir o nível de estresse, para ajustarmos a tensão e funcionarmos então em harmonia.

Sintomas físicos: pulso acelerado, pele corada, tremulo, náuseas, palpitações, tonturas, fraqueza, torpor, dormência, dores de cabeça, enxaqueca, insônia, tosses, gripes, resfriados, herpes, aftas.

Sintomas emocionais: ansiedade, pânico, dificuldade de concentração, tomar decisões, trabalhar de mais ou de menos, diminuição do desejo sexual.

Sintomas comportamentais: dependentes de drogas, obsessão, compulsão, agressividade. Podemos observar e desenvolver outras realidades em nossa dimensão interna, como:

  • Valorizar-se
  • Coloque as coisas em perspectivas
  • Vença o medo
  • Reverta os pensamentos negativos – menos cobrança, menos culpa, menos crítica e autocrítica
  • Aumente a autoestima
  • Livre-se da inveja
  • Viva no presente
  • Aceite as mudanças
  • Crie metas
  • Entre em contato com a natureza

A prática de Yoga e relaxamento (chamado Yoganidra) ajuda a atenuar e pode reverter muitos dos processos de estresse. Experimente uma aula de Yoga e aprenda a relaxar realmente! É possível e está ao alcance de todos nós!

Daniela Monteiro

Daniela Monteiro

Professora de Yoga há 18 anos, com formações em Vinyasa Yoga e Ashtanga Yoga, entre outros, vem investigando a filosofia Vedanta, o Tantra,Ayurveda e outros saberes orientais, sempre aprendendo e aplicando o ensinamento à vida.
Daniela Monteiro

Últimos posts por Daniela Monteiro (exibir todos)