Ser pai ou mãe de um cão é lidar com uma série de preocupações na hora de deixá-lo sozinho durante um dia de trabalho ou uma viagem de alguns dias. Se, por um lado, deixar o animal por muito tempo sem companhia pode ser um transtorno para a saúde e o bem-estar dele, hospedá-lo em um day care ou um hotel também pode trazer inquietações aos donos, quanto ao tratamento que será dado ao bichinho e o relacionamento deste com outros cães. Como então garantir que seu cão seja bem tratado e ao mesmo tempo se sinta em casa?

Wagner Avancini e Vanessa Chaves frequentam a Praça Kant, na Chácara Klabin, há alguns anos com seus cães Logan, Bob, Tody e Luke. Além da praça ter sido o local onde eles próprios se conheceram, a convivência com os “Amigos da Praça Kant” fez com que o casal conhecesse muitos outros donos de animais de estimação. “Recentemente nos mudamos para uma casa com bastante espaço na região do Jardim da Glória e passamos a convidar os amigos para que nos visitassem e trouxessem seus cãezinhos. Como o ambiente era bom, com outros cães para interagir, algumas pessoas começaram a nos pedir para que cuidássemos de seus bichinhos enquanto viajavam”, conta Vanessa.

quintal2Assim surgiu a ideia de transformar em profissão aquilo que já faziam por amor. Este mês, Wagner e Vanessa inauguram o Quintal dos Focinhos, que oferece day care e hospedagem com clima caseiro e tratamento que só quem é apaixonado por cães pode dar ao seu animal de estimação. “São 141 metros de área útil, incluindo um quintal grande, um jardim com árvores e pássaros e uma sala interna para descanso onde os cães passam a noite, como se estivessem em casa”, conta Wagner. “A ideia é ter um espaço onde os cães possam brincar livremente e gastar bastante energia. A maioria dos donos contam que seus cães voltam renovados para casa. Esse é o segredo”, brinca Vanessa.

 

quintal7

Além das brincadeiras e atividades de socialização, que seguem as diretrizes do método do conhecido “encantador de cães”, Cesar Millan, o Quintal dos Focinhos oferece passeios pela região aos seus hóspedes. “Estamos a dez minutos do Parque da Aclimação e do Museu do Ipiranga, então quando o dono aceita nós levamos o cão para passear, que é uma forma de aliviar o estresse e permitir que o animal sinta novos cheiros, viva novas situações”, explica Wagner. Para o casal, é importante que o hóspede não sinta muita diferença de sua rotina no período em que estiver longe de casa, mas que o tempo no Quintal ajude o cão a fazer amigos e voltar mais feliz para casa.

quintal9

Outro diferencial do Quintal dos Focinhos é a flexibilidade de horários. “Como nós residimos no local, conseguimos adaptar melhor os horários para que os donos busquem seus cães. Se não for assim, a hospedagem em vez de facilitar a vida acaba criando uma nova dificuldade”, afirma Vanessa. Para se hospedar no Quintal, o cão precisa estar vacinado, ser dócil com outros cães e os donos devem trazer a ração que o animal está acostumado a comer. Saiba mais sobre a casa acessando o recém-lançado site do Quintal dos Focinhos e agendando uma visita pelos contatos abaixo.

quintal3

Quintal dos Focinhos

(11) 99998-0328 | (11) 97120-2077

http://quintaldosfocinhos.com.br/

Redação CHK

Redação CHK

Somos apaixonados por comunicação e pela Chácara Klabin. Acreditamos que moradores unidos têm o poder de transformar o bairro e a cidade onde vivem.
Redação CHK