Reformar e construir a própria casa é um sonho para muitas pessoas! Na verdade, o sonho mesmo é ver isso pronto, certo? Quem nunca ouviu as frases: “obra é um pesadelo! ” ou “nada dá certo na minha obra” ou ainda, “nunca mais faço obra na minha vida! ”? Essas frases são comuns principalmente se você tentou reformar ou construir sem a ajuda de um profissional! E se você está pensando em fazer isso novamente, esse é o momento ideal para contratar um arquiteto!

O arquiteto pode entrar na jogada em diversos momentos, mas quanto antes você fizer isso, mais ajuda ele poderá te dar. Nós arquitetos, somos um tipo de profissional multidisciplinar, aprendemos a lidar com as diversas etapas de obra e com as etapas que a antecedem. Se você está procurando um apartamento, por exemplo, você pode pedir uma consultoria para um arquiteto para ele te ajudar a tomar a decisão. As vezes você pensa em fazer alguma modificação na planta do apartamento, mas não é possível devido à estrutura do prédio, e você pode descobrir isso só depois que comprou! Pode ser muito frustrante!

Se você já comprou ou já mora e quer reformar, o arquiteto deve participar no mínimo um mês antes do prazo previsto para começar a obra. Pois antes de começar a obra de fato, é preciso ter um projeto bem definido e detalhado, orçamento de toda a obra, cronograma para saber o tempo que ela vai durar e planejamento. Só assim a obra poderá começar e acontecer conforme o planejado.

Vamos supor que você começou a obra sozinho e está completamente perdido, não sabe o quanto está gastando, não faz ideia se o material que o pedreiro pede está correto ou se está sendo desperdiçado, você também não sabe quando vai acabar a obra, fora a bagunça! Ah, então esse é o momento de parar e chamar um arquiteto para gerenciar a sua obra, reorganizar e fazer o planejamento dela para que você não gaste ainda mais e passe a correr o risco de não ficar como você imaginou. Claro que se você não tiver um projeto, o arquiteto vai precisar de um. Mas você vai me perguntar: “Eu não vou acabar gastando ainda mais?” Financeiramente falando, você gastará com a contratação do arquiteto.  Mas você já não estava gastando descontroladamente sem saber quando ia ter um fim? A contrapartida é que ele o ajudará a terminar a obra sem que você precise arrancar seus cabelos!

Bom, esse é o preço que se paga por fazer a obra por conta e exercer irregularmente a profissão de arquiteto, certo? Retrabalho + mal planejamento = muito dinheiro e tempo perdido.

Tudo que envolve intenção, projeto e planejamento precisa de um arquiteto desde o início. Quanto antes ele for envolvido nas decisões, maior leque de atuação ele terá. O arquiteto é o profissional mais indicado para representar os interesses do cliente, é a pessoa mais preocupada com a qualidade final e com a sua satisfação. Ele pode debater com os executores da construção quais serão as melhores soluções possíveis e adequadas para cada caso e supervisionar todo o processo para garantir que tudo seja feito conforme decidido no projeto. Engenheiros e mestres de obras são ótimos profissionais para pensar o processo de construção, mas a função que eles irão exercer depende de uma visão global e crítica que passa pela habilidade específica dos arquitetos.

Janaína Fujii

Janaína Fujii

Janaína Fujii é arquiteta formada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Mackenzie. E hoje é sócia no escritório Studio Idealize! Arquitetura.
Janaína Fujii

Últimos posts por Janaína Fujii (exibir todos)