Após uma ordem judicial, equipe da regional realizou uma ação de limpeza e desfazimento em casa de acumuladora compulsiva

Equipes da Prefeitura Regional Vila Mariana realizaram no dia 14 de junho uma ação de limpeza e desfazimento na residência de uma mulher de cerca de 60 anos de idade, acumuladora compulsiva. Foram retirados cerca de 40 toneladas de lixo de dentro de casa, no bairro da Saúde, após uma ordem judicial. A mulher tem uma irmã que mora em local próximo e é portadora do mesmo transtorno.

A ação foi acompanhada por assistentes sociais, um profissional do Caps (Centro de Atenção Psicossocial) da região, além da vigilância sanitária e zoonoses, que fizeram a desratização e desinsetização do local.

A acumulação, conhecida tecnicamente como disposofobia, é um transtorno mental que faz com que a pessoa não consiga se desfazer de objetos que, para a maioria, não apresentam valor, como lixo eletrônico, papéis e jornais velhos, roupas, sapatos, objetos estragados (como comida) e até lixo comum, deixando inacessíveis vários cômodos das casas dos acumuladores compulsivos.

Redação CHK

Redação CHK

Somos apaixonados por comunicação e pela Chácara Klabin. Acreditamos que moradores unidos têm o poder de transformar o bairro e a cidade onde vivem.
Redação CHK