Você sabe quanto o paulistano gasta em média no trânsito? De acordo com uma pesquisa realizada pela Rede Nossa São Paulo e o Ibope, o paulista­no fica, em média, 2 horas e 46 minutos no trânsito diariamente. Tra­zendo a pesquisa para o nosso bairro, quem nunca ficou parado na Av. Prefeito Fábio Prado nos horários de pico? O aumento populacional do nosso bairro sem o devido acompa­nhamento do poder público é um exemplo de como o Plano Diretor Estratégico (PDE) da cidade de São Paulo pode ser importante para prever e ajudar no desenvolvimento não apenas do bairro da Chácara Klabin, mas toda a região da Vila Mariana.

O Plano Diretor Estratégico de SP foi elaborado de for­ma colaborativa, através das plataformas participativas digitais em uma parceria da sociedade civil com o Conse­lho Municipal de Política Urbana (CMPU). Na Câmara dos Vereadores, o vereador Nabil Bonduki relatou a proposta que foi sancionada pelo prefeito Fernando Haddad, no dia 31 de julho de 2014. A CHK procurou o vereador Nabil Bonduki para saber como o PDE pode melhorar a qualidade de vida dos mora­dores da nossa região.

pdeNo encontro que ocorreu no gabinete do vereador, a CHK apontou os problemas que os moradores enfrentam. Logo no início da entrevista, Nabil deixa claro que o Plano Diretor não pretende inibir o crescimento de nenhuma região de São Paulo. “O plano diretor não quer criar resistência para o desenvolvimento dessa ou outra região, mas quer esta­belecer um crescimento organizado em todos os bairros da capital paulista. O que é de interesse do morador? Mais comércios e serviços? Áreas verdes? Pontos de cultura? O plano diretor pretende assegurar os direitos dos mora­dores em determinar como eles querem que ocorra o de­senvolvimento do lugar em que vivem”, afirmou o Bonduki.

Em suma, o Plano Diretor Estratégico é um conjunto de diretrizes que vai orientar o crescimento da cidade pelos próximos 16 anos. A ideia da lei é aproximar o adensa­mento construtivo e populacional ao longo dos eixos de transporte, aproximando a moradia do emprego, expandir os polos de desenvolvimentos para todas as regiões da cidade (principalmente na periferia), ampliar a criação de territórios culturais e áreas verdes.

Para Bonduki, que além de vereador, é professor de ur­banismo da Universidade de São Paulo (USP), as diretrizes são para impedir que problemas como o trânsito da Chácara Klabin aconteçam no futuro. “As diretrizes do Plano Diretor são vigentes para as próximas duas décadas. Pergunte aos moradores se antigamente havia esse trânsito no local? Isso acontece porque o Klabin cresceu muito rápido nos últimos anos e a região não estava pronta para isso. Em relação à Av. Prefeito Fabio Prado, sabemos que ela é uma via de pas­sagem, muitos moradores do ABC descobriram a via para chegar até a Av. Vinte e Três de Maio e a Paulista. Acredito que quando o Metrô chegar ao ABC, o número de carros que transitam na Fábio Prado deve diminuir consideravel­mente”, acredita o vereador.

pde2

Como seria o bairro perfeito? Fizemos essa pergunta a um morador do bairro e colaborador da CHK, Luiz Bu­osi. O analista de marketing que morou na Europa e nos Estados Unidos refletiu e revelou como ele gostaria que fosse o bairro no futuro. Buosi afirma que entendeu me­lhor o conceito de cidade quando morou em Londres. Lá ele pôde observar como uma cidade extremamente popu­losa conseguia “andar”. O analista de marketing acredita que a solução de São Paulo não é implantar mais rodízios ou criar pedágios por zona (como é na capital inglesa), mas descentralizar cada vez mais o centro da cidade. Luiz acredita que o conceito ideal de cidade é ter todos os tipos de serviços e comércios próximos do lugar onde mora, sem precisar fazer grandes deslocamentos. “Acredito que somos privilegiados por termos tantos serviços próximos como pet shops, restaurantes, farmácias, supermercados e padarias, porém sinto falta de pontos de culturas e luga­res para praticar atividades físicas, talvez por influência de quando morei em Londres que é recheado de bibliotecas e parques abertos ao público”.

Agora a pergunta é para você leitor: você está satisfeito com a Chácara Klabin? Em quais aspectos você acredita que o nosso bairro pode melhorar? É a favor ou contra de trazer mais comércios e serviços para a região? Por sugestão do vereador Nabil Bonduki, a equipe da CHK aceitou o desafio e em parceria com outras entidades da Vila Mariana, pretende criar o Plano de Bairro da Vila Mariana. A equipe da CHK quer a colaboração de todos os moradores do Klabin, principalmente urbanistas, enge­nheiros, empresários na construção cívil, representantes do comércio do bairro para idealizar a proposta mais de­mocrática possível.

Redação CHK

Redação CHK

Somos apaixonados por comunicação e pela Chácara Klabin. Acreditamos que moradores unidos têm o poder de transformar o bairro e a cidade onde vivem.
Redação CHK