O Vaticano, o Taj Mahal, a premiação do Oscar em Hollywood e a casa de Bono Vox, vocalista do U2, estão entre os endereços que usam o piso de madeira maciça fabricados aqui no Brasil. Vamos contar mais sobre esse piso que já foi o queridinho dos brasileiros, deixou de ser usado, pois havia muito receio em relação à manutenção da madeira, e hoje se reinventou e está voltando com tudo!

A madeira é muito utilizada nas áreas quentes da casa, como dormitórios, home theater e sala de estar. Já nas áreas externas é recomendado usar deck, resistentes à umidade. O uso desse material traz a sensação de acolhimento e o torna mais confortável.

O piso de madeira pode ser encontrado em várias cores. Antigamente se usava muito o ipê e a peroba, madeiras mais avermelhadas. Depois veio a moda dos tacos claros e castanhos, como o cumaru. Atualmente os acabamentos são mais rústicos, por isso tons mais acinzentados que imitam a demolição estão em alta. É importante considerar a tonalidade da madeira em relação ao restante da decoração!

Uma das inovações é o piso pronto, que se tornou um item importante para o mercado, pois é um piso que tem a instalação mais rápida, as emendas não têm frestas, o que garante um acabamento perfeito, e o melhor, não faz sujeira! Foi desenvolvido para uma importante marca francesa e está disponível para o mercado brasileiro também. E tem um custo benefício ótimo em relação ao assoalho tradicional. São 9 camadas de verniz que vêm prontas de fábrica, o que o torna mais resistente.

Uma etapa vital para o sucesso da instalação é a inspeção da obra. Se a base estiver perfeita, a instalação não terá problemas no futuro. Após a instalação adequada, a manutenção do piso é muito simples e a durabilidade dos tacos é de aproximadamente 30 anos. Se for bem cuidado, não é necessário fazer raspagens e aplicações de verniz durante esse período.

Com relação à origem da madeira é bom ficar atento se a matéria prima é aprovada pelo IBAMA, e se tem certificação FSC.

Vantagens do uso da madeira para o meio ambiente:

  1. É um recurso renovável;
  2. Possui baixa demanda de energia na sua produção;
  3. É excelente isolante térmico e acústico.

Foto do piso de madeira maciça recuperado, na parte interna do apartamento, e instalação de piso novo de deck na varanda, nesta solução igualamos a altura dos pisos e demos integração visual também! Reforma feita em um apartamento no Klabin <3

Ainda existe um pouco de medo dos clientes finais com relação à manutenção do piso de madeira natural, mas os arquitetos estão cada vez mais bem informados e sabem das vantagens do uso deste revestimento. Consulte um profissional para conhecer as opções!

Janaína Fujii

Janaína Fujii

Janaína Fujii é arquiteta formada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Mackenzie. E hoje é sócia no escritório Studio Idealize! Arquitetura.
Janaína Fujii