A ideia de resgatar um material que certamente viraria lixo e as marcas da história contida nele fazem do piso de madeira de demolição um dos preferidos hoje em dia. Quando todos parecem ter olhos para o novo, ele ressurge.

Vindo de antigos casarões, galpões, cheios de marcas, veios, tinta descascadas, esse tipo de piso vem sendo escolhido pelo seu aspecto rústico e por deixar o ambiente mais aconchegante, afinal, esse papel a madeira desempenha muito bem! A grande procura por esse piso fez com que a indústria desenvolvesse novos materiais que imitassem esse aspecto antigo.

coluna2janaina

Com todas essas novas opções no mercado, é importante ter muita atenção para não ser enganado, por exemplo: peças originais possuem furos de pregos, ranhuras inconstantes e tamanhos diferentes. O mais seguro é adquirir o material (antigo ou novo) de empresas que fiquem responsáveis não só pelo revestimento, mas também pelo preparo, instalação e assistência técnica. Você pode também arrematar lotes fechados de depósitos de demolição, mas deve prever uma perda de 15% a 30%, além de achar uma equipe especializada nesse tipo de instalação.

coluna3janaina

O preparo do material deve ser muito cuidadoso. Tudo começa pela limpeza, feita com máquinas de água de alta pressão. Não use substâncias químicas que podem danificar a madeira! Assim que estiverem secas, devem ser aplainadas para que fiquem com a mesma espessura e depois devem ser feitos os cortes laterais para encaixe. Também é importante que haja a descupização preventiva.

Para a instalação o contrapiso deve estar seco, pois a umidade mancha a madeira. A instalação pode ser feita com cola ou fixação em barrotes fixos ao piso, mas para isso é necessário tem aproximadamente 5 cm extras de espessura no piso, o que não acontece nos apartamentos com pé direito cada vez menor. É muito importante planejar a disposição das peças pois existe muita variação de cor.

coluna4janaina

As resinas a base de água são indicadas para a proteção do piso, dispensando a enceradeira. A versão fosca mantém o aspecto natural da madeira e não se esqueça: esse tipo de piso não é prático para quem tem crianças e animais em casa!

Gostou? Curta nossas páginas nas redes sociais, sempre temos novas postagens sobre diversos assuntos!

FACEBOOK: https://www.facebook.com/studioidealizearquitetura

PINTEREST: http://www.pinterest.com/studioidealize/

GOOGLE+: http://goo.gl/y4fUKu

Janaína Fujii

Janaína Fujii

Janaína Fuji é arquiteta formada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Mackenzie. E hoje é sócia no escritório Studio Idealize! Arquitetura.
Janaína Fujii