Mesmo com a recessão econômica, o mercado pet foi um dos menos afetados. Isso porque, no Brasil, cerca de 61% dos brasileiros têm ao menos um animal de estimação em casa e, para 89% dos donos, o animal é um membro da família

Padaria Pet, franquia de petiscaria e confeitaria para cães e gatos, está em ritmo de expansão dos negócios. Com pouco mais de um ano atuando no segmento de franchising, a empresa anuncia a abertura da terceira rede. A inauguração, prevista para o dia 16/12, sábado, será na Chácara Klabin, bairro nobre localizado na zona sul de São Paulo. O critério para a escolha da região foi o fato de ser um lugar de alto padrão, com muitas residências. “Coincidentemente, o bairro abriga o Parcão, que é um espaço público destinado para a convivência entre tutores e seus animais, conceito que também acreditamos. Agora, os moradores terão uma padaria para levar seus peludos”, diz Arquelau So, responsável pela área de expansão da Padaria Pet.

(Foto: Divulgação)

A Chácara Klabin passou por uma verticalização recente como a construção do metrô, de mesmo nome, na linha verde. Atualmente, é um dos lugares mais valorizados e cobiçados por estar rodeado de vias importantes como a 23 de Maio, Domingos de Moraes, Avenida Paulista, Ricardo Jafet, e bairros vizinhos como Vila Mariana, Saúde, Ipiranga, além dos parques da Aclimação e Ibirapuera.

Expansão

A primeira franquia inaugurada pela Padaria Pet está localizada em Pinheiros, na capital paulista. Recentemente, a unidade em Vila Velha foi aberta no Espírito Santo. “Estimamos abrir 15 franquias até o fim de 2018 e replicar o modelo nas principais cidades do País.  Já temos novidades em Janeiro de 2018, com a inauguração de mais uma franquia em Belo Horizonte”, aponta o executivo. O faturamento da empresa é próximo a R$ 1,5 milhão ano. A empresa aposta e investe em pesquisa, inovação e desenvolvimento de novos produtos para o mercado pet, o que justifica crescer mesmo em tempos de incerteza econômica. “Outro fator é que estamos vivendo a humanização dos pets, um processo irreversível, que também ocorreu na Europa e nos Estados Unidos. Desde que abrimos o negócio, a média de crescimento da empresa é na ordem de 10% ano”, afirma So.

 Dados

A procura por produtos pets explica o faturamento de R$ 19,2 bilhões previstos até o fim deste ano, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação (Abinpet), um aumento de 7% em relação ao ano anterior. O carro-chefe desse segmento continua sendo o pet food (comida para animais de estimação) responsável por 67,5% da receita. O setor representa 0,38% do PIB brasileiro, à frente dos setores de geladeiras, produtos eletrônicos e beleza.

(Foto: Divulgação)

No Brasil, cerca de 61% dos brasileiros têm ao menos um animal de estimação e, para 89% dos donos, o animal é um membro da família. O País tem a segunda maior população de pets do mundo, com 132 milhões de animais, sendo 52 milhões de cães e 22 milhões felinos, perdendo apenas para os Estados Unidos com 164 milhões. O número de cães já supera o número de crianças de até 12 anos, segundo levantamento do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Produtos e serviços

A loja, com 80m², oferece pães, sucos, linha de baleiros e petiscos naturais, bolo de aniversário, docinhos, bolinhas de cereal, molho para ração, biscoitos funcionais de linhaça, hambúrguer, patê de carne bovina, cordeiro, frango, comida congelada e a linha natural para animais diabéticos, com problema renal ou obesidade.

(Foto: Divulgação)

Na parte de serviços, terá um lounge para festas de aniversário e buffet, piscina de bolinhas, bem como uma boutique para venda de acessórios de marcas de renome do mercado pet. Além disso, um espaço para café humano. A fábrica é registrada no Ministério da Agricultura e os produtos desenvolvidos por Universidades e Doutores em Nutrição Animal.

Para mais informações, acesse o site: www.padariapet.com.br ou pelo Facebook: https://www.facebook.com/padariapet

Redação CHK

Redação CHK

Somos apaixonados por comunicação e pela Chácara Klabin. Acreditamos que moradores unidos têm o poder de transformar o bairro e a cidade onde vivem.
Redação CHK