Em plena era digital ainda sofremos com o acúmulo de papéis, não é mesmo? Contratos, propostas, notas fiscais, recibos de pagamento de água, luz, gás, telefone, celular. Ufa! Quando percebemos eles estão espalhados pela casa inteira e na hora que precisamos daquele comprovante específico aí bate o desespero, não é mesmo? Mas com calma, organização e disciplina é possível deixar tudo em ordem!

Mas antes de sair comprando pastas e caixas organizadoras, você precisa recolher todo o material e separar por tema. Caso tenha problema de espaço para arquivar os documentos, as pastas sanfonadas são uma boa opção. E outra dica muito importante: não deixar os papéis dobrados para melhor visualização.

personalcoluna1

Não desanime! Para facilitar o seu trabalho, criamos um roteiro rápido com algumas orientações:

Documentos pessoais: cada membro da família deve ter sua pasta individual (certidão de nascimento, RG, Título de Leitor, carteira de vacinação, passaporte, entre outros);

Contas: água, luz, telefone, celular, TV por assinatura, gás, cartão de crédito;

Pagamentos de prestação de serviço: de empregados e profissionais liberais, por exemplo;

Imóveis: deve contemplar uma pasta para cada imóvel (contratos, registros, impostos, seguros, condomínio, aluguel);

Educação: matrícula, comprovantes de pagamento, histórico escolar;

Finanças: propostas, contratos, empréstimos;

Imposto de renda: o ideal é iniciar a organização no anterior da declaração para não correr o risco de perder algum documento;

Veículo: Apólice de Seguro, IPVA, Seguro Obrigatório, DPVAT, Controlar, financiamento, certificados de propriedade e transferência, manuais, notas fiscais, multas quitadas, serviços de manutenção/revisão;

Saúde: com exames e receitas médicas (também para cada membro da família);

Pets: carteira de vacinação, exames e receitas médicas;

Equipamentos: manual, nota fiscal e termo de garantia. Se possível, divida por temas: eletrodomésticos, eletroeletrônicos, informática, entre outros.

Agora que você separou todos os documentos por tema, com certeza deve ter encontrado contas de água, por exemplo, guardadas há mais de 5 anos. Acertei? Mas será que você precisa guardá-las por todo este período?

personalcoluna2

Confira o que deve ser arquivado e por qual período:

personalcoluna3

Agora com tudo em ordem e sem papéis espalhados pela casa, tente estabelecer uma rotina. A cada três meses (no máximo), organize os documentos para você não ter que iniciar o processo tudo de novo e ficar com a sensação de estar vivendo a mesma história.

Fabíola Sigismondi

Fabíola Sigismondi

Fabíola Sigismondi, formada em Designer de Interiores, personal organizer certificada, especializada em mudanças e presta consultoria em organização residencial, trazendo soluções personalizadas para a rotina doméstica.
1199576-9117
Fabíola Sigismondi

Últimos posts por Fabíola Sigismondi (exibir todos)