Brincar com os vizinhos livremente pelas ruas e praças, chutar bola, pendurar um balanço na árvore, andar de perna de pau. Quem disse que essas lembranças estão reservadas apenas às crianças de duas ou três décadas atrás? Se depender de um grupo de moradores da Chácara Klabin, os pequeninos terão a oportunidade de viver toda a diversão que é lembrada hoje pelos adultos com nostalgia. Isso porque a CHK está reunindo voluntários e comércios parceiros para desenvolver uma programação frequente de atividades infantis nos espaços públicos do bairro. O primeiro evento, a Gincana do ParCão, aconteceu no dia 7 de agosto, na praça de mesmo nome. Dezenas de crianças puderam brincar a manhã toda com atividades como gincana no gramado, pular corda, desenho, pista de carrinhos, bambolê, boliche e brincadeiras com os cães, além de uma apresentação de rap de improviso, orientação odontológica e lanche comunitário. A atividade foi um sucesso e inspirou o grupo a planejar uma nova edição em outubro, o mês das crianças. No domingo ensolarado do dia 23 de outubro, a Praça Giordano Bruno, na Av. Prefeito Fábio Prado, recebeu a Festa das Crianças, um evento desenvolvido para resgatar as brincadeiras de rua e proporcionar aos pequenos moradores um momento saudável e divertido de convivência com os vizinhos e com a família. Mais de 100 pessoas passaram pelo evento ao longo do dia, que contou com brincadeiras, atividades de escotismo, contação de histórias, música ao vivo, alimentação saudável, entre muitas outras atrações.

chk16

chk1677

Participaram do evento uma série de parceiros do bairro, como Showbiz Eventos, Eureka Coworking, Aprumo Equilíbrio Corporal, Some Saúde Odontologia Integrada, Passeio Literário ao Redor do Bairro, Escoteiros do Brasil, Projeto Cãotrole, Quintal dos Focinhos, DJ Cris Vibe, NABEM – Núcleo Assistencial Bezerra de Menezes, Ateliê Musical Sol Maior, Clínica Akta Liv, Red Balloon, Doe Diversão e Conhecimento e Buffet Casa X – Ipiranga. “Nós acreditamos que um bairro, uma cidade e um país melhores são construídos por pessoas que carregam o espírito coletivo e se apropriam do lugar onde vivem. Por isso, se desejamos um futuro melhor, precisamos investir em atividades desde cedo para as crianças, possibilitando momentos em que o jogo solitário dentro de casa seja substituído por jogos e brincadeiras que tragam interação com o espaço público, com a natureza e com outras crianças do bairro”, afirma Daniel Moral, um dos idealizadores do evento. Divididas por idade, as crianças mais novas puderam conhecer clássicas brincadeiras de rua, que, além de divertidas, estimulam o desenvolvimento cognitivo, social e afetivo, e que permitem que os pequenos aprendam em diferentes contextos como lúdico, recreativo, moral, intelectual, físico e motor. “Hoje nós estamos aqui resgatando brincadeiras típicas de infância. Muitas crianças estão brincando pela primeira vez de bolinha de sabão, de pular elástico, perna de pau e 5 Marias”, conta Angeles Rayes, da Aprumo Equilíbrio Corporal. Além dessas brincadeiras, os pequenos também se divertiram com pista de carrinhos, cama elástica, piscina de bolinhas, contação de histórias, e ainda puderam trocar brinquedos em uma Feira de Trocas que também recebeu doações para crianças carentes da região.

chk1666

Para os maiores, o grupo escoteiro Padre Marcelino Champagnat, membro dos Escoteiros do Brasil, esteve presente e conduziu atividades focadas em estimular as capacidades e interesses de cada jovem, utilizando desafios a serem superados, a vivência de aventuras, o incentivo à exploração, a realização de descobertas e o estímulo à capacidade de achar soluções. “Nós apresentamos aos participantes algumas atividades tradicionais de escotismo, como os jogos Falsa Baiana, Corrida do Grito e Scoup”, explica Henrique Loureiro, diretor presidente
do grupo. Quem participou das atividades e quer conhecer mais sobre o escotismo, pode entrar em contato por
email, pelo endereço “[email protected]”. Além das brincadeiras, houve também um momento de orientação para a saúde das crianças, com a Clínica Akta Liv. “Nosso consultório montou uma barraca chamada Quitandinha Saudável, cuja proposta é de explicar para as crianças sobre alimentação, realizar um trabalho preventivo com os pais, e que os pequenos saibam o que e quando comer”, explica a Dra. Ana Priscila Soggia. Tudo isso sob a trilha musical da DJ Cris Vibe e dos professores do Ateliê Musical Sol Maior, que fizeram crianças e pais cantarem e dançarem durante todo o evento. Eric Strieder é morador da região e levou sua família para passar a tarde na praça. “Incentivei minha filha a pegar um brinquedo dela e trazer aqui para doação. Essa é uma iniciativa muito importante porque há muitas crianças que moram próximas daqui e não têm condição de ter um brinquedo mesmo que seja usado”, afirma. “Queria agradecer à CHK e os demais parceiros do bairro por essa iniciativa de resgatar esse sentimento de comunidade, de ver as crianças brincando na rua. É esse espírito coletivo que torna as pessoas mais próximas e nos aproxima dos nossos objetivos em comum”, completa o também morador, Carlos Eduardo.

chk168

A próxima atividade para as crianças já tem data marcada. Pela primeira vez na história do bairro, a CHK participará do circuito de Carnaval de Rua da cidade de São Paulo, lançando o Bloquinho da Chácara na Av. Prefeito Fábio Prado, dedicado aos pequenos foliões e com o objetivo de trazer os moradores para brincar o Carnaval em um clima divertido e familiar. “Nosso objetivo é convidar as famílias do bairro para um novo jeito de enxergar a Chácara Klabin, transformando a relação que os vizinhos têm com o espaço público. E quanto mais cedo começarmos, melhor! Por isso a importância de estimular os pequenos a desenvolverem lembranças prazerosas nas ruas e praças do bairro, criando uma memória afetiva e um sentimento de pertencimento que certamente produzirá cidadãos mais conscientes, unidos e ativos”, conclui Daniel.

chk169

Redação CHK

Redação CHK

Somos apaixonados por comunicação e pela Chácara Klabin. Acreditamos que moradores unidos têm o poder de transformar o bairro e a cidade onde vivem.
Redação CHK