No dia 17 de dezembro, o Sesc Vila Mariana, exibe “O Anjo Azul”, de Josef von Sternberg, às 14hgratuitamente. A exibição marca o encerramento do projeto História e Transgressão do Cinema: Sonhadores, esmiuçou as relações entre cinefilia, transgressão, política e utopia, a partir da obra “Os Sonhadores”, de Bernardo Bertolucci, desde agosto deste ano. A mostra contemplou um total de 23 longas, que foram exibidos no Auditório da Unidade. O projeto contou também com cursos teóricos ministrados por Sérgio Rizzo, Celso Sabadin e Sérgio Alpendre. Para assistir à exibição, é preciso retirar ingressos com uma hora de antecedência, na Central de Atendimento da Unidade.

O projeto História e Transgressão do Cinema: Sonhadores teve início com a exibição de “Os Sonhadores“, de Bernardo Bertolucci, no dia 6 de agosto. Foram exibidos dezenove clássicos do cinema citados ou utilizados como referência em Os Sonhadores. Assim, além de retratar o período de maio de 1968 em Paris, evocando as ideologias e o espírito transgressor da época, o projeto também apresenta a versão de Bertolucci da história do cinema, por meio de filmes que influenciaram sua trajetória. Entre os títulos selecionados, estão obras de Godard (Acossado, A Chinesa e O Bando à Parte), Truffaut (Jules e Jim e A Noiva Estava de Preto), Antonioni (Depois Daquele Beijo), Howard Hawks (Scarface), Sternberg (A Vênus Loira e o Anjo Azul), Samuel Fuller (Paixões que Alucinam) e Roberto Rossellini (Paisà), entre outros. Além dos filmes citados em “Os Sonhadores”, o projeto também trouxe para a tela do Sesc Vila Mariana os longas Bem-Vindos (Lukas Moodysson), Edukators (Hans Weingartner) e A Concepção (José Eduardo Belmonte), que levaram à frente as discussões sobre a subversão e os questionamentos às prdens morais, religiosas e econômicas institucionalizadas.

Os professores Sérgio Rizzo, Celso Sabadin e Sérgio Alpendre ministraram os cursos “Cinefilia, Política e Transgressão: Análise de Filmes da Década de 1960 até Hoje” (Rizzo), “Cinema e Cultura Pop: da Década de 1950 aos Dias Atuais” (Sabadin) e “Introdução à História do Cinema e ao Cinema de Alusão” (Alpendre), aprofundando e explorando os temas presentes na obra de Bernardo Bertolucci, inspiradora do projeto.

No dia 17/12, o encerramento do projeto, com a exibição do longa-metragem “O Anjo Azul”, de Josef von Sternberg. Enfeitiçado pelos encantos de uma cantora de cabaré (Marlene Dietrich), um proeminente burgues (Emil Jannings) vai degradando-se crescentemente entregue à sua atração por ela. Um drama sensível, em que Dietrich interpreta o papel que a projetou em Hollywood.

o-anjo-azul_imagem-reproducao

Josef von Sternberg (1894 – 1969) foi um cineasta austríaco. Depois de trabalhar com o premiado ator alemão Emil Jannings, ele foi convidado para Berlim, em 1930, para fazer um dos primeiro talkies da Europa, O Anjo Azul, com Jannings e Marlene Dietrich. Sua técnica de foco suave ajudou a criar a lendária atriz Dietrich nos seis filmes que fizeram juntos em Hollywood.

Veja também a versão digital do livreto do projeto: bit.ly/HTC_Sonha

Serviço:
História e Transgressão do Cinema: Sonhadores
Agosto a dezembro de 2016

Exibição
O Anjo Azul
(Josef von Sternberg, Alemanha, 1930, 100 min, P&B)
Dia 17 de Dezembro, sábado, às 14h
Local: Auditório (capacidade: 128 lugares)
Duração: 100 minutos
Classificação indicativa: 14 anos
Grátis | Retirada de ingressos com uma hora de antecedência, na Central de Atendimento

Horário de funcionamento da Unidade: Terça a sexta, das 7h às 21h30; sábado, das 9h às 21h; e domingo e feriado, das 9h às 18h30.

Central de Atendimento (Piso Superior – Torre A): Terça a sexta-feira, das 9h às 21h30; sábado, domingo e feriado, das 10h às 18h30.

Estacionamento: R$ 5,50 a primeira hora + R$ 2,00 a hora adicional (Credencial Plena: trabalhador no comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes). R$ 12 a primeira hora + R$ 3,00 a hora adicional (outros). 200 vagas.

Sesc Vila Mariana
Rua Pelotas, 141, São Paulo – SP
Informações: 5080-3000
sescsp.org.br
Facebook, Twitter e Instagram: /sescvilamariana

Redação CHK

Redação CHK

Somos apaixonados por comunicação e pela Chácara Klabin. Acreditamos que moradores unidos têm o poder de transformar o bairro e a cidade onde vivem.
Redação CHK