Através das novas técnicas de industrialização, do aumento populacional e da febre de consumo que impera no mundo, onde cada pessoa busca incansavelmente satisfazer seus desejos e necessidades, estamos transformando cada vez mais os recursos naturais em bens de consumo.

E nesse processo, geramos de forma direta e indireta uma série de resíduos e criamos uma situação, que se não adotarmos medidas que visem a redução, a reutilização e a reciclagem desses resíduos em pouco tempo não teremos mais recursos naturais necessários para a produção de novos bens de consumo e transformaremos o mundo em um verdadeiro lixão.

A coleta seletiva constitui-se de um serviço de recolher o lixo doméstico ou empresarial depois da separação feita dentro da fonte geradora. Esse processo é muito simples, e compreende na separação prévia do material orgânico do inorgânico. Uma vez separados, o munícipe apresenta os resíduos para a coleta nos dias e horários pré-determinados em seu bairro.

Todo resíduo reciclável coletado é pesado e enviado a uma usina ou depósito de reciclagem. Nestas áreas, funcionários treinados fazem a separação, pesagem, enfardamento e a estocagem do material, para posteriormente serem vendidos como insumo para as indústrias de transformação.