Jerusalém está inscrito como patrimônio histórico pela Unesco, Petra, foi eleita uma das 7 maravilhas do mundo Moderno, quer mais motivos? Vamos lá!

Sim, o destino está na moda! Apontado como tendência de lugares em destaque na lista de destinos de 2017, Israel é um desses destinos que você não pode passar a vida sem visitar.

Eu já fui e estou voltando agora: amo esse lugar! Posso te contar como é ser turista nestas terras.

#vemcomaup

fullsizerender

Vamos a realidade:

Após muito tempo fora dos TOP destinos, Israel provou que é seguro e apto a receber a todos , inclusive, vendendo serviços e produtos de  segurança  para o Mundo todo, no Brasil, nos grandes eventos como  a Copa e Olimpíadas, especialistas do setor de segurança, são sempre requisitados, pois o setor de segurança de Israel está entre os melhores do mundo por ser sofisticado e inovador, oferecendo tecnologia de ponta.

 

Você sabia que em Israel as mulheres também servem o exército? Nas ruas, você verá muitas mulheres jovens andando com seus uniformes. Outra curiosidade bastante díspar: Pensa que você morador da Vila Mariana para entrar na Chácara Klabin tivesse que apresentar passaporte? coisa de louco né? Mas é assim entre Jerusalém e Belém.

  • Tel Aviv surpreende por sua modernidade e chega a lembrar o Rio de Janeiro com seus calçadões branco e preto. Uma cidade vibrante, jovem e rica em opções culinárias.

foto-02-calc%cc%a7ada%cc%83o-de-tel-aviv

Jerusalém, é uma pedra preciosa ….

Neste ponto da viagem, você pode passar de simples turista a viajante,  coisas bem distintas. ”O turista compara, o viajante separa. (…)O primeiro permanece  a porta de uma civilização desconhecida, toca de leve uma cultura e se contenta em perceber sua espuma(…) O segundo procura entrar num mundo desconhecido, sem intenções prévias, como espectador (…)” – filósofo Francês Michel Onfray

O viajante deixa-se ser tocado e  ama conhecer o mundo para descobrir e se espantar! Jerusalém,  realmente espanta  e agrada a todos: Cristãos, Judeus, Muçulmanos, historiadores, filósofos,cientistas, arqueólogos e a até a mais simples criatura! Além disso, você está em “outro mundo”… Coisa diferente de turismo normal ou das fotos “á distancia de um clique do  mouse.” A história começou por aqui há 3 ou 4 mil anos atrás e é de enlouquecer ver que as oliveiras  que tem mais de 2000 anos , cientificamente comprovados,  permanecem ali…enfim você está na TERRA SANTA!

foto-03-oliveiras

Tudo é muito intenso, independentemente  da sua religião, esse é o lugar que  toda historia se passou, onde Jesus, viveu e pisou.

História e a fé circundam a região e é impossível não sentir essa atmosfera.

Não sabia, mas, os muçulmanos também consideram Jesus como profeta, porém Maomé é o “profeta-mor”. De cima do Monte Scopus,  avistar  a Cidade-Velha de Jerusalém, emociona…

foto-04-monte-scorpius

Sem dúvida, é umas das cidades mais incríveis que já  visitei.

A Cidade Velha de Jerusalém é uma área amuralhada em forma retangular com1 km²,  dentro da  cidade moderna de Jerusalém. É dentro da Cidade Velha  que estão os lugares  de fundamental importância religiosa, como:

– Monte do Templo e Muro das Lamentações para os judeus,

-Basílica do Santo Sepulcro para os cristãos

-Domo da Rocha e a Mesquita de al-Aqsa para os muçulmanos.

Oito portas permitem o acesso à Cidade Antiga, dividida em quatro bairros: o Bairro Muçulmano, o Bairro Judeu, o Bairro Cristão, e o Bairro Armênio.

foto-05-santo-sepulchro

Uma peculiaridade que só vim a descobrir depois da minha primeira  visita a Terra Santa  foi sobre o Muro das Lamentações, descobri que o mesmo possui um subterrâneo que pode ser visitado e dessa vez não  posso deixar de conhecer.

O significado do Muro, atualmente, o lugar mais sagrado para o judaísmo, atrás somente do Santo dos Santos no Monte do Templo, também não era claro pra mim. E aí vai uma história rápida para entender melhor seu significado: O templo dos judeus, o primeiro construído por Salomão, cerca de 990 anos A.C, foi destruído 586 anos A.C. Os judeus construíram um novo templo em 515 A.C., que foi destruído 70 D.C, para demonstrar o poder do Império de Roma e deste templo só permaneceu uma parte, que é chamado do Muro das Lamentações, para os judeus este muro só permaneceu em pé graças uma promessa de Deus, que garantia a seu povo um  símbolo da união desse povo com Deus. Conta a história, que na época do domínio romano, era proibido o ingresso dos judeus nesta cidade, mas quando domínio de Jerusalém passou para os bizantinos eles passaram permitir a visita as ruínas do Templo uma vez ao ano, no dia que lembrava a destruição do Templo, quando então eles pranteavam e lamentavam a destruição do Templo, levando o lugar a ser conhecido como o Muro das Lamentações.

foto-06-papanomurodaslamentac%cc%a7o%cc%83es

A tradição de introduzir um pequeno papel com pedidos entre as fendas do muro tem vários séculos de antiguidade. Aí vai uma dica, para visitar o local, esteja com ombros e joelhos cobertos, apesar que eles providenciam um xale, mas vale a pena levar a sua echarpe na bolsa durante toda a viagem. É curioso saber o povo judeu clama em suas suplicas a Deus, diante do muro:

  1. O retorno de todos os exilados judeus a Israel
  2. A Reconstrução do templo (o terceiro)
  3. A chegada do Messias judeu

Depois de muitas emoções, o melhor ainda esta por vir e está na minha lista  destinos TOP TEN: Mar Morto.

foto-07-mar-morto

Situado no meio de Israel e Jordânia é considerado o lugar habitado mais baixo do planeta, está  pouco mais de 400 metros abaixo do nível do mar. Tem uma concentração de sal de 280 gramas por litro, sendo que o normal é 35 gramas por litro. Isso  também determina a presença de outros minerais que faz com que a agua fique densa,  o que não permite que você afunde. São 21 minerais com propriedades terapêuticas estéticas, que descobri, não posso ficar sem…Depois de “flutuar” no mar não deixe de visitar a fábrica de cosméticos AHAVA, com excelentes produtos, inclusive a terapêutica lama negra, indicada para tratamento de pele, deficiências circulatórias e respiratórias, enfim um SPA natural à beira-mar.

foto-08-petra

Ainda não posso dizer de que lado o Mar Morto é mais legal, mas como nesta viagem testaremos os dois lados, tanto Israel e Jordânia, na volta poderei contar não só a minha opinião, mas do nosso grupo…

foto-09-indiana-jones

Acho sempre que uma viagem deve ser aproveitada ao máximo e aí me pergunto, porque não cruzar as fronteira e pisar na Jordânia? São só 200 km e não há nenhum impedimento em cruzar a fronteira, pois os vistos são providenciados localmente. A doce Jordânia que envolta por Síria, Israel e Cisjordania, permaneceu incólume a qualquer conflito, é um destino bastante procurado por sua belezas, e desertos. Famosa por ser cenário do filme de “Indiana Jones e a Última Cruzada”.

Mas nada se compara, a chegar em Petra, ao anoitecer e encontrar o Tesouro,  a luz de velas, são quase 2000 velinhas colocadas no desfiladeiro, iluminando  o caminho…

img_6421

Acho importante vislumbrar o monumento pela primeira vez a noite! #ficadica 

O significado do nome Petra vem do grego e significa pedra. As ruínas esculpidas em arenito pelo povo Nabateu há aproximadamente 2.300 anos sobreviveram ao tempo e são de uma beleza indescritível. A cidade rosa foi quase inteira destruída pela ação de dois terremotos. No século V, a cidade foi abandonada e ficou esquecida no tempo e na areia, até que em 1812, ou seja, quatorze séculos depois, o explorador suíço Johann Ludwig Burckhardt, redescobriu o Tesouro, incrível!!!

foto-11-siq

Mas dá pra entender porque naquela época não existia Google Earth. Há 15 km ao norte de Petra fica o deserto, aonde podem ser feitos passeios em veículos 4×4 e as areias cor de rosa, realçam o nascer e pôr do sol.

Realmente uma viagem para surpreender!!!!

Ainda dá tempo: grupo de amigos do Chácara Klabin para Israel & Jordânia de 29/01 a 09/02 #vemcomaup

 

 

Regina Renda

Regina Renda

Formada em comunicação Social pela ECA- USP com pós graduação em Administração de Empresas e Marketing pela Fundação Getulio Vargas. Hoje é sócia- fundadora da Up Travel Br, agencia e operadora de Turismo, presente na Chácara Klabin, há mais de 12 anos. Ama viajar e trazer dicas exclusivas para clientes e amigos, veja mais no blog www.reginarenda.com.br
contato:[email protected]
Regina Renda