Gosta de arquitetura ou é curioso sobre como poderão ser as construções no futuro? Devido ao seu sucesso, a exposição do famoso arquiteto japonês Sou Fujimoto será prorrogada até o dia 25 de fevereiro

A exposição SOU FUJIMOTO: FUTUROS DO FUTURO, que chegou à JAPAN HOUSE São Paulo no mês de novembro, foi prorrogada, devido ao seu sucesso de público, para até o dia 25 de fevereiro. A mostra apresenta as múltiplas visões do artista por meio de uma apresentação centrada em maquetes com os seus mais representativos trabalhos anteriores e que estão em andamento, além dos projetos atuais que mostram suas progressivas tentativas e erros para o futuro da arquitetura. O trabalho de Fujimoto exibe uma força graciosa e uma estética poética representativa da arquitetura japonesa contemporânea, motivo de enorme orgulho da nação.

No térreo, o tema Arquitetura Está em Toda Parte (architecture is everywhere) traz 71 peças que propõem uma aproximação com o público em geral e uma experiência de pensamento sobre novas possibilidades de uma “arquitetura a ser encontrada”. Neste momento, uma simples garrafa ou caixas de fósforos são retratados como inimagináveis potenciais arquitetônicos. “Se colocarmos uma figura humana em um objeto de nosso convívio, automaticamente, ele se torna arquitetura. Aqui, temos maquetes que surgem do inusitado e interessante”, declara Sou Fujimoto.

No segundo andar, o tema FUTUROS DO FUTURO abrigará 50 peças e 17 painéis de trabalhos antigos e recentes do arquiteto. Aqui, ao percorrer este espaço traçado por Fujimoto, existe a intenção de provocar diversos pensamentos e, assim, abrir espaço para que cada visitante imagine o futuro da arquitetura. “Existe a possibilidade de descoberta por todos e minha proposta é criarmos juntos este futuro”, declara o arquiteto.

Com entrada gratuita, os visitantes podem conferir a exposição de terça a sábado, das 10h às 22h e domingos e feriados, das 10h às 18h. Às segundas-feiras a casa está fechada.

 

 

Redação CHK

Redação CHK

Somos apaixonados por comunicação e pela Chácara Klabin. Acreditamos que moradores unidos têm o poder de transformar o bairro e a cidade onde vivem.
Redação CHK