Se você está em dúvida se deve investir em uma reforma para alugar ou vender seu imóvel, a resposta é: Sim, invista!

Investir em pequenas reformas que contemplem alguns aspectos que valorizem o imóvel pode ser uma boa solução para quem está tentando alugar ou vender. Detalhes como pintura das paredes, revestimentos em bom estado e instalações hidráulicas e elétricas em dia podem valorizar até 20% um imóvel!

Reformar para vender:

O comprador pode até não comentar, mas sempre observa se o local está bem conservado e pintado. E muitas pessoas desistem de apartamentos antigos, com ótimas possibilidades, por medo de reformas.

Caso a troca de revestimentos seja um item importante na sua reforma, é bom ficar atento para evitar escolha de revestimentos muito específicos (do seu gosto pessoal), preferindo escolhas mais neutras, que não incomodem um possível comprador. É importante ressaltar que ao retirar pisos para a remodelação de banheiros e cozinhas, a impermeabilização pode ser danificada, ou até já estar danificada pelo tempo. Então ela deve ser refeita ou testada, antes da colocação de novos pisos!

Reformar para alugar:

A sensação de limpeza e de local ”pronto para morar” é importante para os possíveis futuros inquilinos. O estado do imóvel é o segundo fator mais considerado pelos futuros moradores, atrás apenas da localização. Os futuros inquilinos acabam preferindo pagar mais caro pela tranquilidade de não precisar se preocupar com reparos e com a manutenção. Por isso, vale o investimento. O imóvel é colocado no mercado com uma visibilidade e aceitamento maiores, e o valor gasto é recuperado rapidamente no aluguel!

As instalações elétricas são um item que precisa de atenção, sobretudo em imóveis antigos, eles foram pensados para outra demanda de eletrodomésticos. Hoje temos mais TVs, computadores, máquinas de café, fritadeira e, para ligar tudo isso, é preciso uma estrutura maior! A recomendação é que a fiação seja totalmente substituída e que haja um aumento de tomadas. Também é interessante fazer a substituição das lâmpadas por outras mais modernas e econômicas, de LED.

Outro item importante é a hidráulica. Vazamentos, por menores que sejam, podem passar uma impressão de que o imóvel não está em boas condições. O ideal é que se troque toda a tubulação, e até a prumada geral (em caso de edifícios), evitando que um problema futuro, como entupimentos e vazamentos, danifique os revestimentos recém-trocados.

Como, no final das contas, o apartamento continua sendo seu, você pode investir numa reforma maior. Essa reforma pode não parecer vantajosa para o seu orçamento num curto prazo, mas garantirá melhores resultados futuros. Isso porque deixar o imóvel em ótimo estado de conservação, significa aumento do valor do aluguel, e ainda redução do tempo em que ele ficará vazio.

Mobiliar é um bom investimento?

Mobiliar pode fazer com que a chance de alguém alugar seu imóvel aumente. O gasto com um chuveiro instalado, sofás e até uma geladeira pode ser recuperado em alguns meses somente com o incremento no valor do aluguel. E com isso, você pode atrair muitos universitários, executivos e recém-divorciados, por exemplo, que vão preferir não ter que arcar com este gasto. Hoje em dia os inquilinos estão mais exigentes e, se você não caprichar, poderá ficar com seu imóvel desocupado por muito tempo. Para elevar o padrão da reforma e a aparência final do imóvel, é recomendado ter o acompanhamento de profissionais da área para o planejamento da reforma, e empresas especializadas para a execução dos serviços.

Janaína Fujii

Janaína Fujii

Janaína Fujii é arquiteta formada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Mackenzie. E hoje é sócia no escritório Studio Idealize! Arquitetura.
Janaína Fujii