Tendo-se em conta a expectativa de vida cada vez mais alta, o método Pilates vem sendo um grande aliado para contribuir com a qualidade de vida na terceira idade.

As quedas na população idosa constituem um grande problema de saúde pública, podendo ter sérias consequências como fraturas, custos no tratamento e até morte. As causas das quedas são multifatoriais como falta de equilíbrio, idade avançada, sedentarismo, doenças crônicas, polimedicação e o ambiente.

A falta de equilíbrio constitui um dos principais responsáveis pela ocorrência de quedas, podendo estar associada à questões neurológicas e labirinto, mas também em alguns casos, relacionado à questões posturais que promovem o deslocamento do centro de equilíbrio, como nas cifoses, lordoses e escolioses, além da perda da musculatura, perda óssea e falta de flexibilidade. Durante o envelhecimento, o organismo perde massa muscular, diminuindo o metabolismo e reduzindo a densidade óssea, tornando assim, um indivíduo bem mais vulnerável a inúmeras doenças na coluna, outras articulações e no coração.

O método Pilates é muito indicado por médicos para terceira idade, pois os exercícios são de baixo impacto, evitando assim lesões, auxiliando no tratamento de doenças crônicas, proporcionando a conservação da massa muscular, melhora da coordenação motora, o equilíbrio, alongamento e diminuição das dores.

(Foto: Blog Pilates)

Os exercícios do Pilates para esse público, devem ser direcionados para a melhora das suas atividades diárias, como sentar e levantar, amarrar um tênis, caminhar, pegar objetos, entre outros que irão proporcionar a melhora em sua qualidade de vida, além da auto estima do idoso que passa a ter confiança em seguir sua rotina, realizando movimentos mais ágeis, tornado-se mais independente e com mais autonomia. Outro benefício do método Pilates é estimular a mente, pois os princípios originais do método enfatizam o controle da mente sobre o corpo, para realizar o movimento a pessoa deve estar concentrada no movimento que está realizando.

Nas mulheres, o Pilates também fortalece a musculatura do períneo e assoalho pélvico prevenindo e melhorando a incontinência urinária, muito comum nessa idade. Destaca-se a importância de uma avaliação médica antes de iniciar qualquer atividade física, além de realizar a atividade com um instrutor que seja capacitado para dar aula para esse público. São muitos os benefícios para realizar a prática do Pilates, envelhecer bem e com qualidade de vida é uma prioridade.

Benefícios:

– Melhora a flexibilidade

– Melhora da marcha

– Diminuição das dores

– Melhora da velocidade do movimento

– Previne Quedas

– Ganho e conservação da massa muscular

– Aumenta a autoconfiança e auto estima

– Alívio do estresse

– Melhora da socialização

– Facilita a execução de atividades diárias

– Previne e reabilita doenças

– Previne e ajuda na incontinência urinária

– Melhora respiração e circulação

– Melhora os sintomas de fadiga e cansaço

“Se aos 30 anos você está sem flexibilidade e fora de forma, você é um velho. Se aos 60 anos você é flexível e forte, você é um jovem.” Joseph Pilates

Adriana Bolognesi

Adriana Bolognesi

Fisioterapeuta, especializada em RPG e Pilates, Fisiologia do exercício.
Adriana Bolognesi

Últimos posts por Adriana Bolognesi (exibir todos)