Carnaval é tempo de festa, alegria e samba no pé. No entanto, o exagero de bebidas alcoólicas e comidas nem sempre saudáveis, que ocorre durante esses dias, pode ser prejudicial. A falta de líquidos, bem como as noites mal dormidas e o excesso de exposição ao sol, também podem trazer alguns malefícios a sua saúde. Para não esgotar o corpo e acabar adoecendo, vou passar algumas dicas de como se alimentar corretamente e aproveitar os dias de folia sem maiores surpresas.

dsfds

Energia redobrada é o desejo de todo o folião para curtir o Carnaval.  Para aguentar o pique de muitos dias de festa, algumas pessoas recorrem às bebidas energéticas, que são compostas principalmente por cafeína, um potente estimulador no organismo, além de outras substâncias, como taurina. A concentração destas bebidas pode chegar a muitas xícaras de café em certos energéticos. O consumo em excesso pode levar a efeitos adversos como taquicardia, ansiedade e insônia.

Misturar bebidas alcoólicas com energéticos pode acarretar perigos para os usuários e atrapalhar o carnaval de muitos foliões. A associação com bebida alcóolica pode levar a arritmias e problemas cardíacos. Como os foliões perdem bastante líquido e gastam energia por causa da alta temperatura, o ideal é manter o corpo sempre hidratado com água, sucos naturais ou água de coco, evitando os refrigerantes. Para quem gosta de beber cerveja, é importante intercalar com a água mineral, pois, oito latinhas significam 980 calorias. Porém, para matar a sede, nada melhor que água. Beba o tempo todo, em torno de 2 a 3 litros no mínimo. Caso se exercite muito (desfiles de escolas, esportes radicais, surfe), pode ser mais (4 litros). O ideal são as águas minerais que têm sódio, potássio e magnésio. Para a reposição de eletrólitos, as bebidas isotônicas também são bem-vindas e repõem os minerais perdidos, importantes para evitar desidratação.

Os sintomas mais comuns de desidratação e que podem facilmente ser percebidos são:

Câimbras, moleza no corpo, tonturas, vômitos, pouca urina, enjoos, vista turva, luzes piscando, boca e pele secas. Desmaios, com a queda de temperatura e pressão também indicam a desidratação. Nestes casos, recomenda-se tomar um suco de fruta como laranja, limonada ou água de coco, que possuem absorção rápida e eficaz.

Para quem vai viajar, na hora de escolher o restaurante, opte por locais que ofereçam uma alimentação leve e balanceada. No almoço e no jantar é sempre bom dar preferência aos grelhados, verduras e legumes. Os vegetais também são ricos em fibras, importante para a reposição de minerais que são eliminados pelo suor. A reposição de minerais é necessária, pois hidrata e mantém o pique na hora da folia. Mas, se o seu destino é a praia, evite comer alimentos expostos ao sol ou as altas temperaturas. Para se refrescar nestes dias quentes, picolé é sempre uma boa alternativa, principalmente os de frutas, pois são mais hidratantes e menos calóricos. Mate, limonadas, água de coco e chás são úteis na reposição de líquidos. Agora, se você está pensando em acompanhar os blocos de carnaval ou já está com o seu abadá comprado, antes ou durante o percurso você deve ingerir pelo menos um lanche leve ou uma fruta. As barras de cereais também são uma boa opção, pois são práticas, gostosas e possuem em sua composição carboidratos e fibras.

Outro cuidado é com os petiscos preparados em “barraquinhas”, sem acondicionamento térmico visto que pode levar a uma intoxicação alimentar.

Siga estas dicas e com certeza vai ter um ótimo CARNAVAL!

 

Adriana Stavro

Adriana Stavro

Adriana Stavro, formada em Nutrição pelo Centro Universitário São Camilo. Pós-graduada em Doenças Crônicas não Transmissíveis pelo Hospital Albert Einstein. Pós graduanda em Nutrição Clinica Funcional pela VP consultoria.
Adriana Stavro