“8 de março”, Dia Internacional da Mulher, mais um ano que comemoramos uma data bem questionada entre todos. Parte das pessoas diz que o dia é uma conquista na vida das mulheres e outra parte se diz contra e cheia de argumentos desfavoráveis. E você, afinal? Já parou pra pensar em que lado está? Vamos fazer uma “retrospectiva” dos últimos anos e ver o que mudou em nossa vida para melhor e para pior. E ver se, realmente temos o que comemorar.

Nós mulheres conciliamos várias vidas…. e com isso sempre reinventamos muitas coisas. Com o passar dos anos, tentávamos ser “super” em tudo, mas isso está caindo por terra, e hoje em dia, buscamos a felicidade em 1º lugar.

Imagem - Organização

Devido à rigidez do mercado de trabalho e quebrando barreiras masculinas acabamos “descobrindo” novas profissões. A consultora de organização, ou personal organizer, foi uma delas. São as novas mulheres empreendedoras… Aliam trabalho, família, casa, estudos, lazer… Conciliando e flexibilizando tudo ao mesmo tempo. No lado profissional evoluímos bastante, adquirimos autonomia, disputamos as mesmas vagas que os homens, nos profissionalizamos, ocupamos cargos de destaque…

Agora te pergunto: e no restante das responsabilidades? Casa, filhos, dia a dia, o que conseguimos?

Já estamos no século XXI, e no quesito organização e limpeza doméstica, segundo o IBGE, apenas 4 em cada 10 homens dividem essas tarefas. Vivemos numa sociedade machista onde tiramos como natural o “dom” da mulher de organizar. Com isso em mente, lembro que as mães são mulheres com um poder feminino diferenciado: o poder da criação dos filhos. Todas nós podemos (e devemos!) eliminar a discriminação em relação às tarefas domésticas. Não podemos reclamar da falta de participação de um marido no cuidado da casa, se nunca colocamos uma vassoura na mão de um filho. Temos que ser coerentes e educar nossos filhos da mesma forma que gostaríamos que os homens que conhecemos tivessem sido criados. Organização e cuidados com a casa são características resultantes da criação e da prática rotineira.

Essa luta não é nova, mas precisamos estar sempre atentas! Para encontramos a plena felicidade precisamos de um equilíbrio, em todos os campos de nossas vidas. Jamais seremos ótimas profissionais sobrecarregadas de tarefas domésticas acumuladas, filhos doentes para cuidar, sem tempo para nada. Em homenagem a um futuro de igualdade entre os sexos, façamos nossa parte. Traga o futuro para dentro da sua casa hoje. Exercite a participação das crianças e a igualdade das tarefas. As mulheres das gerações futuras irão agradecer.

Se isso é motivo para comemorarmos eu não sei, mas sei que, o futuro está em nossas mãos. É só “arregaçar as mangas” e mãos à obra!! Vamos lá, dependa só de você, da sua coragem e sua insistência e corra atrás dos seus sonhos! E faça dos seus dias sempre ótimos dias.

 

Fabíola Sigismondi

Fabíola Sigismondi

Fabíola Sigismondi, formada em Designer de Interiores, personal organizer certificada, especializada em mudanças e presta consultoria em organização residencial, trazendo soluções personalizadas para a rotina doméstica.
1199576-9117
Fabíola Sigismondi

Últimos posts por Fabíola Sigismondi (exibir todos)