Neste mês chegou ao bairro a CHK TV, um veículo criado para aproximar os moradores da Chácara Klabin. A CHK acredita que os mora­dores unidos e bem informados têm o poder de melhorar o bairro. No início, a TV será um canal na internet que disponibilizará em vídeo notícias do bairro e o registro visual de algumas ma­térias da revista CHK.

Nesta reportagem, contaremos um pouco sobre a CHK TV, a TV do morador da Chácara Klabin e o seu apresentador, Fabrício Pietro. Já foram gravados 6 programas, entre eles a “Corrida e Caminhada”, “Arraiá do Klabin”, “Cãominhada”, entrevista com os “Amigos da Praça Kant” e o “1º Encontro e Passea­ta pela Segurança”.

Fabrício mora no bairro há 2 anos. For­mado em artes cênicas pela escola INDAC, o apresentador iniciou a sua carreira como ator em uma novela do SBT. Em 2006, Fabrí­cio teve a primeira oportunidade de apresen­tar um programa, o “Teen Power”, no Canal 21, voltado para o público adolescente.

Atualmente, Pietro tem um programa de entrevistas com reportagens sobre arte e entretenimento na Mega TV. O Espaço MIX vai ao ar todas as ter­ças e sextas, às 21h, e você também pode acompanhar pelo site do canal. O artis­ta está no Grupo Mix (responsável pela MixTV e MegaTV) há 5 anos e já apresentou diversos programas de diferentes conteúdos.

O apresentador se entusiasma com a ideia da CHK TV, acredita que essa é a forma que pode contribuir por um bairro com mais qualidade de vida. Nas horas vagas, Pietro gosta de caminhar pelas ruas arborizadas da região.

Confira a entrevista exclusiva da revista CHK com Fa­brício Pietro:

tv2

CHK: Como surgiu a oportunidade de participar da CHK TV?

Fabrício: Quando li pela primeira vez a revista CHK, já fui logo fuçando um contato para sugerir uma matéria. Eu queria sugerir uma reportagem pedindo o recapea­mento de algumas ruas. Fico inconformado em ver um bairro tão bonito com ruas remendadas. Como escrevi para a página da Chácara Klabin nas redes sociais, o Daniel Moral (idealizador da CHK) viu que trabalho com TV e logo veio compartilhar a ideia da CHK TV.

CHK: Qual é a sua função na TV CHK?

Fabrício: Por enquanto sou apenas o carinha que carre­ga uma “GoPro” pelas ruas do bairro, se mete nos even­tos e fala sozinho olhando pra uma câmera que cabe na palma da mão (risos).

CHK: Como são realizadas as entrevistas?

Fabrício: Ainda é de maneira improvisada. Na maioria das vezes, sou eu e o entrevistado (quando é o caso).Tem vídeo que até preciso de ajuda de uma pessoa, mas a ideia é ser algo caseiro, cara de bairro mesmo. Ser intimista, mostrar as pessoas como elas são “em casa”, carregando o saco de pão da padaria, caminhando de chinelos com os cachorros, algo por aí…

CHK: O que você espera com esse trabalho que reali­za em prol do bairro?

Fabrício: Queria muito que as pessoas entendessem que as ruas do bairro são uma extensão da casa delas. Porque no caso do Klabin, isso é possível. Nós temos um cenário privilegiado, sem comércio pra atrair circulação de car­ros de pessoas que não são moradores. Se as pessoas só olharem pra dentro de casa, não ocuparem as ruas, as melhorias não virão. É preciso se livrar de atitudes des­necessárias, como por exemplo, dirigir em alta velocidade nas vias do bairro. O morador deveria, ao entrar no bairro, abrir o vidro do carro, respirar e desacelerar. Nas horas livres, coloque o carro na garagem e dê um volta pelo bair­ro. Corra, ande de bicicleta, passeie com o seu filho. Tenho certeza que isso te fará bem.

CHK: Fale um pouco sobre os temas abordados nos programas.

Fabrício: Até agora falamos da Praça Kant e das pesso­as que cuidam e ocupam ela. Falamos dos moradores que promovem atividades no bairro como a Motociclata e a Corrida e Caminhada do Klabin. Até a cachorrada já foi tema de reportagem, você viu?

tv

CHK: Como está sendo o retorno e aceitação do público?

Fabrício: Vejo que as pessoas assistem pelo canal na inter­net. Não sei o quanto elas curtem, mas ainda não fui xin­gado nas ruas… Encaro isto como um bom sinal (risos).

CHK: O que você mais gosta da CHK TV?

Fabrício: Gosto de fazer parte de algo que tem por obje­tivo unificar e aproximar os moradores. Existem coisas que todos querem, mas transformar isso numa ação só­lida é um passo largo. A CHK TV já é um passo dado e deve ser encarada como algo de todos e para todos.

Redação CHK

Redação CHK

Somos apaixonados por comunicação e pela Chácara Klabin. Acreditamos que moradores unidos têm o poder de transformar o bairro e a cidade onde vivem.
Redação CHK