Os blocos de rua estão cada vez mais presentes em São Paulo! Escolha sua festa e aproveite o carnaval!

Está chegando a época da maior festa no ano no Brasil: o carnaval! Com isso, os blocos de rua estão cada vez mais presentes na cidade de São Paulo, mostrando que o Carnaval tem vez na terra da garoa! Por isso, a CHK, selecionou os blocos de carnaval que acontecerão na Vila Mariana e bairros adjacentes, durante o pré, durante e pós carnaval, para que você não perca a chance de aproveitar a folia!

Confira a programação:

Pré-carnaval

Bloco Turma do Funil (Vila Clementino)

Em sua oitava edição, o bloco faz sua concentração na Avenida 11 de Junho – 350, no dia 3 de fevereiro a partir das 14h. O repertório musical do bloco traz marchinhas consagradas do carnaval brasileiro, além de outras de autoria própria e também faz homenagem a Chico Buarque, Miúcha e Tom Jobim. O tradicional bloco continua com seus kits (não obrigatórios) para compra, que incluem: abadá, mochila, refrigerante, cerveja, bolinha de sabão, camiseta, máscara, água e pulseira de identificação. Saiba mais sobre o evento aqui.

Bloco do Bicho Maluco Beleza (Parque Ibirapuera)

A magia de Alceu Valença e do Bicho Maluco Beleza representando o incrível carnaval de Pernambuco vão desembarcar pela 4ª na capital para mais um desfile histórico em um dos locais mais simbólicos da nossa cidade: No Monumento às Bandeiras, no Parque do Ibirapuera! A folia acontece no dia 3 de fevereiro a partir das 12h30, onde a cantora Elba Ramalho estreará seu novo bloco “Frevo Mulher”, para abrir os trabalhos do Bloco Bicho Maluco Beleza! A partir das 15hs, Alceu Valença assume o comando, canta, conversa e levanta São Paulo! Saiba mais sobre o evento aqui.

Bloco Unidos da Ressaca do Diabo (Ibirapuera)

O tradicional bloco pré-carnaval, desta vez, invade a Avenida Hélio Pellegrino – 100, ao lado do Parque do Ibirapuera! A folia acontecerá no dia 3 de fevereiro (sábado) a partir das 15h. O Bloco oferece um kit (não-obrigatório) de R$50,00 que inclui: Abadá, 3 cervejas, apetrechos do diabo, caneca e 1 Shot Infernal. Saiba mais sobre o evento aqui.

Bloco do Pedal (Vila Mariana)

Criado em 2016, o Bloco do Pedal é movido pelas pedaladas dos foliões, que geram energia para as caixas de som. O Bloco do Pedal é acompanhado pelo Bloco Viocó no seu Gogó, formado por coralistas de diversos grupos de São Paulo, com a regência do maestro Eduardo Fernandes. Este ano, haverá a participação da bateria Tom Bon formada por portadores de necessidades especiais regidos por Gustavo! A folia acontecerá no dia 3 de fevereiro (sábado) a partir das 16h na Rua Professor Noé de Azevedo (ao lado do Metrô Vila Mariana). Saiba mais sobre o evento na matéria realizada pela CHK, neste link.

 

Monobloco em São Paulo (Ibirapuera)

Em seu 3º desfile, o Monobloco acontece no dia 04 de Fevereiro, (domingo), a partir das 14:00, em frente ao Parque do Ibiraquera no Monumento às Bandeiras. Pedro Luís e Celso Alvim, mestre da cintilante bateria do Monobloco formada por mais de 200 batuqueiros de São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte, prometem fazer o seu corpo não conseguir parar de dançar, sua garganta não parar de cantar e seu amor não parar de transbordar nesta folia. É possível você ir de bike para aproveitar o bloco, pois haverá dois bicicletários nos portões do parque. Saiba mais sobre o evento aqui.

Bloco Amigos da Vila Mariana (VilaMariana)

O tradicional Bloco Amigos da Vila Mariana traz sua 17º edição no dia 4 de fevereiro a partir das 12h, com concentração na Rua Joaquim Távora 1415. Além da folia, haverá espaço kids com monitores e feira gastronômica! A venda de kits (não-obrigatórios) inclui: 1 camiseta, 1 máscara e 3 cervejas. Saiba mais sobre o evento aqui.

Carnaval

Bloco Amoribunda (Aclimação)

Bloco Amoribunda desfila pelas ruas da aclimação no sábado, dia 10 de fevereiro de 2018. A concentração acontece a partir das 10h na esquina da Avenida Engenheiro Luís Gomes Cardim Sangirardi com a Rua Ximbó. A dispersão acontece por volta das 16h no Parque da Aclimação. O bloco busca o regate da folia dos antigos carnavais e promove o convívio entre as pessoas do bairro. O repertório musical fica a cargo da Banda Bandalheira e contempla tradicionais marchinhas carnavalescas. Saiba mais sobre o evento aqui.

Bloco Ritaleena (Ipiranga)

Um dos blocos mais disputados do Carnaval de São Paulo, o Ritaleena, cuja musa inspiradora é a cantora Rita Lee, anunciou o dia 10 de fevereiro para iniciar a folia na Praça do Monumento, na Rua Sorocabanos, no Ipiranga, a partir das 14h! Fundado em 2014, o bloco usa temas de canções de Rita Lee e do grupo Mutantes como inspiração para suas marchinhas. Releituras como “Panis et Circenses”, “Bem Me Quer, Mal Me Quer” e “Ovelha Negra” embalam os foliões fãs da cantora. Saiba mais sobre o evento aqui.

Bloco Filhos de Gil (Vila Mariana)

Na Rua Sena Madureira, a partir das 12h do dia 12 de fevereiro acontecerá o Bloco Filhos de Gil, que nasceu em 2017 para abrilhantar o Carnaval de 2018, levando o ijexá, samba e baião que tornaram Gilberto Gil sinônimo de magnitude, ritmo, força e poesia. O bloco também oferece kits (não-obrigatórios) com saias, cartucheiras, mochilas e colares, todos unissex. Saiba mais sobre o evento aqui.

 

Pós-carnaval

Bloco do Rabusuju (Vila Mariana)

Neste pós-Carnaval, o Bloco do Rabusuju desfila no sábado, dia 17 de fevereiro, e a concentração tem início às 13h na Rua Luís Góis, 1728 Mirandópolis. O trajeto ainda não foi divulgado. O bloco busca o regate da folia dos antigos carnavais e promove o convívio entre as pessoas do bairro. Esta edição conta com a presença especial da banda Baile da Massa Real. Saiba mais sobre o evento aqui.

Bloco do Descubra (Vila Mariana)

O Bloco do Descubra novamente vai invadir a Vila Mariana, no dia 17 de fevereiro na Rua Sena Madureira, a partir das 12h. O evento oferece a venda de 3 kits (não-obrigatórios) que incluem cerveja, boné, óculos e abadá, mais a venda de body oficial do bloco. Saiba mais sobre o evento aqui.

 

 

Redação CHK

Redação CHK

Somos apaixonados por comunicação e pela Chácara Klabin. Acreditamos que moradores unidos têm o poder de transformar o bairro e a cidade onde vivem.
Redação CHK