“Bijoux, bijouterias, joias, acessórios, apetrechos…vários são os nomes… mas falar em mulher e não falar em bijoux é o mesmo que pensarmos em “namoro sem beijo” ou “macarrão sem queijo”! Impossível né?

E quando falamos em bijoux abre-se um mundo à nossa frente, opções, tamanhos, cores, gostos… não importa o tamanho ou o modelo, bijoux é indispensável na vida de uma mulher! E falar em bijoux nos obriga a falar em organização, onde guardar e o que fazer com aquele monte de peças espalhadas que se multiplicam.

Ahhhh!! Será que existe uma solução pra isso?

Bom, partimos de uma ideia única que será o ponto de partida para a ordem! Não só pra isso mas para tudo que temos…

“Peça vista é peça usada e peça guardada é peça esquecida!”

Tendo isso como base podemos começar a nossa organização! Basicamente temos 5 categorias de bijoux:

1) Brinco

2) Colar

3) Pulseira

4) Relógio/ Óculos 

5) Anel

 

Brincos

Se a ideia é deixá-los à mostra, podemos pensar em painéis perfurados. Vale desde acrílicos até aquele bordador antigo da vovó.

Colares

Para eles, podemos colocá-los em ganchinhos pendurados, cabides sem uso, toalheiros, vale usar a criatividade…podendo adaptar qualquer peça que sirva de apoio e não se usa mais. Quanto mais setorizados melhor, então capriche… grandes para uma lado, pequenos para outro, separe por material (prata, dourado ou pedras), os mais usados mais acessíveis e os de festas para cima, e se possível um em cada apoio.

E coloque num lugar de fácil acesso, de preferência ao lado do espelho que usa para se maquiar ou aquele para dar uma olhada final no seu visual, na lateral externa do armário, na passagem do closet, um lugar que de pra ver ao mesmo tempo as roupas que está escolhendo e os colares.

Pulseiras

que também vale para as tornozeleiras…

Muitas das pulseiras não têm fechos, então precisamos pensar em algo que “tira e põe”. Algo comprido, em espécie de cone, que fique de pé, pode ser uma ideia.

Relógios ou óculos

Para eles, uma boa caixa organizadora com divisórias próprias é uma ótima solução. Pode ser uma caixa acrílica, de couro, estofada, o mais importante é ter o espaço individual para cada peça. Dessa forma eles não correram o risco de riscarem.

Anéis

Hoje em dia existem expositores próprios para anel que se adaptam muito bem a qualquer espaço. Nada de caixinhas com todos os anéis sem nenhuma separação… faça uma boa seleção em todas as peças e deixe aqueles que realmente usam!

“Desapegue daquele anel de coco que usava na fase adolescente comprado na feirinha hippie da praia!”

Guarde todos em um único lugar. Primeiro veja quantos anéis tem e depois escolha o organizador que mais se adequa a quantidade correta.

Vale lembrar que as joias mais caras e de valor afetivo maior precisam ser guardadas num lugar mais reservado, longe da poeira e dá exposição solar. Mesmo assim mantendo a mesma ideia de ordem! Nada de embolar vários brincos no mesmo compartimento ou diversas correntes todas juntas que, além da chance de quebrar corre-se o risco de serem esquecidas. E outra coisa… a bijoux é muito do momento de cada mulher. Tem fases que estamos mais clássicas, ocasiões mais sensuais, fases mais descontraídas, mais “peruas” ou mais introspectivas….perceba qual é o seu momento e deixe exposto somente o que te satisfaça, evitando aquele exagero de peças empoeirando é só atrapalhando. De tempos em tempos faça uma revisão nas bijoux e vá substituindo de acordo com a sua fase.

Gostou das dicas? Então corre para o seu armário e de uma repaginada geral nas suas bijoux e depois me conta como ficou!

 

Fabíola Sigismondi

Fabíola Sigismondi

Fabíola Sigismondi, formada em Designer de Interiores, personal organizer certificada, especializada em mudanças e presta consultoria em organização residencial, trazendo soluções personalizadas para a rotina doméstica.
1199576-9117
Fabíola Sigismondi